Fechar



Registe-se na nossa newsletter







UAçores realiza estudo inédito de raias gigantes

Segunda-feira, 30 de Abril de 2012
UAçores realiza estudo inédito de raias gigantes
© Lusa
A Universidade dos Açores está a realizar um estudo inédito junto de um grupo de jamantas (uma espécie de raia gigante) da região. O arquipélago é um dos poucos locais do mundo que permite aos turistas verem agregações destes animais marinhos.

Os cientistas do Departamento de Oceanografia e Pescas (DOP) da Universidade dos Açores marcaram cinco jamantas junto ao banco submarino 'Princesa Alice', a 80 quilómetros a sul/sudoeste do Faial.

"É a primeira vez que se está a fazer este trabalho", afirmou Jorge Fontes, um dos responsáveis pelo estudo, em declarações à Lusa, acrescentando que se estão a usar pela primeira vez aparelhos de telemetria por satélite colocados no dorso destes animais.

As jamantas “permanecem algum tempo nos Açores”, especialmente durante o verão, e partem depois para sul, em busca de águas mais quentes.





FERRAMENTAS
Imprimir
RELACIONADO
AMBIENTE
COMENTÁRIOS
comments powered by Disqus
Termos de serviço
MULTIMÉDIA
  • Novo extintor apaga fogos com ondas sonoras
  • Vídeo: Surda ensina língua gestual aos seus gatos
  • Inglaterra: Fadista português candidato a
  • Avó salta de pára-quedas para celebrar 100.º aniversário
  • Nós vimos o eclipse do Sol!
  • Pharrell Williams convida Portugal a ser mais feliz
  • Intérprete de língua gestual dá 'show' na Eurovisão
  • Vídeo: TAP realiza sonho de dez portugueses
  • Empresa eslovaca apresenta novo carro-voador
  • Espanhol lança aspirador para fezes de cão
  • Vídeo: Pai vê nascimento do filho a 4.000km de distância
  • Marc Jacobs recruta modelo em Portugal
  • ESA capta Lagoa das Sete Cidades do Espaço
  • Idoso recebe carta que deixou à namorada há 70 anos
  • Vídeo: Drone capta golfinhos a 'surfar' na Austrália
DESTAQUES
Image and video hosting by TinyPic

PÁGINAS AZUIS
The Agency.pt ®. Todos os direitos reservados 2011 - 2015.
O BoasNoticias.pt demorou 0.250 segundos a carregar