Mundo

Nelly doa dinheiro pago por Khadafi a escola no Quénia

NULL
Versão para impressão
A cantora luso-canadiana Nelly Furtado anunciou que doará um milhão de dólares (737 mil euros) que recebeu em 2007 por atuar para a família de Khadafi para a construção de uma escola feminina no Quénia, avança o site oficial da artista.

Para além de Nelly, vários músicos famosos – como Mariah Carey, Beyonce e Usher – deram concertos privados para a família do ex-líder líbio, recentemente deposto com o apoio da NATO.  

A cantora luso descendente foi a primeira destes artistas a anunciar, em Fevereiro deste ano, que pretendia doar o dinheiro que recebeu pelo concerto. Depois de Nelly, muitos outros artistas anunciaram a intenção de abdicar desse dinheiro.

Em agosto, Nelly Furtado visitou o Quénia, a convite da organização não governamental canadiana “Free the Children”, que será responsável pela construção da escola, na região de Maasai Mara. Naquela zona, apenas cinco por cento das raparigas chegam ao liceu.

A cantora, residente no Canadá, revelou ainda que investirá um dólar por cada dólar doado por particulares para a construção da escola, até um máximo de 500 mil dólares (368,7 mil euros).

[Notícia sugerida por Raquel Baêta]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório