Mundo

Negócio de calçado cria emprego na Etiópia

A marca SoleRebels colocou um negócio familiar nas bocas do mundo. A designer Bethlehem Alemu é a fundadora da marca que emprega, neste momento, 200 pessoas de uma vila carenciada da Etiópia. Os seus produtos chegam diretamente aos grandes comerciant
Versão para impressão
A marca SoleRebels colocou um negócio familiar nas bocas do mundo. A designer Bethlehem Alemu é a fundadora da marca que emprega, neste momento, 200 pessoas de uma vila carenciada da Etiópia. Os seus produtos chegam diretamente aos grandes comerciantes, como a Amazon.com e têm tido sucesso em todo o mundo.

“Fundei este negócio para poder ajudar a minha comunidade e para fazer algo de bom pelo mundo”, diz Bethlehem Alemu, em entrevista à CNN.

A produção do calçado SoleRebels criou postos de trabalho na vila de Zenabwork, em Addis Ababa, onde um grupo de mulheres recuperadas da lepra – uma doença comum entre a população local – tem a oportunidade de obter rendimentos através dos seus dotes na tecelagem e nos trabalhos de costura e bordado manual. 

A marca apresenta produtos fabricados a partir dos recursos locais, cuja pegada ecológica é muito reduzida, mantendo os níveis de emissão de dióxido de carbono a um mínimo. Alguns dos modelos de calçado são conseguidos a partir da reciclagem de antigos pneus, por exemplo.

Além disso, a SoleRebels anuncia que os seus trabalhadores auferem remunerações justas, quatro a cinco vezes superiores ao salário mínimo da Etiópia.

“Tornando o mundo num sítio melhor, um passo de cada vez” – é este o lema da marca criada por Bethlehem Alemu, uma mulher de negócios, mas também orgulhosa das suas origens: “As pessoas desta vila são boas pessoas, quero crescer com elas, quero acompanhá-las. Todas elas merecem muito melhor”, diz à CNN.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório