Sociedade

Navio-escola Sagres chegou a Timor

Este domingo, o navio-escola Sagres aportou na capital timorense, Díli, e ali vai permanecer até ao dia 18, para completar a terceira etapa da sua volta ao Mundo, iniciada em janeiro.
Versão para impressão
Este domingo, o navio-escola Sagres aportou na capital timorense, Díli, e ali vai permanecer até ao dia 18, para completar a terceira etapa da sua volta ao Mundo, iniciada em janeiro.

Timor-Leste é um local de escala obrigatória pelos laços de cooperação que se desenvolvem entre a Marinha Portuguesa e a componente naval das Forças de Defesa de Timor-Leste (F-FDTL), da qual alguns elementos vão integrar a tripulação da Sagres, durante a sua estadia.

O tenente timorense Nicolau de Sousa já havia embarcado na Sagres, fazendo a viagem entre Tóquio e Díli.

Esta expedição tem como missão a formação dos cadetes da Escola Naval e a promoção da imagem de Portugal no Mundo e o contacto com os portugueses na Diáspora.

O navio-escola Sagres é um veleiro com 90 metros de comprimento, com 4 mastros e armação em barca, construída nos estaleiros navais Blohm & Voss, na Alemanha, em 1937 e navega há 48 anos com a missão principal de assegurar a formação dos futuros oficiais da Marinha Portuguesa, complementando as componentes técnica e académica ministradas na Escola Naval e a de representação da Marinha e do país no estrangeiro, desempenhando o papel de embaixada itinerante de Portugal.

A Sagres é comandada pelo Capitão-de-Fragata Luís Pedro Pinto Proença Mendes e conta com uma guarnição de 182 militares, incluindo 35 Cadetes da Escola Naval.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório