Negócios e Empreendorismo

Navio “eólico” transporta aerogeradores portugueses

NULL
Versão para impressão
Até ao fim deste ano, dezenas de aerogeradores produzidos em Portugal serão transportados para a Europa através de um navio inovador que aproveita o vento para gerar energia elétrica, poupando em cerca de 40 por cento o consumo de combustível. O primeiro navio, com três aerogeradores, partiu este sábado de Viana do Castelo com destino à Lituânia.

Segundo informação avançada pela RTP, o E-Ship 1 foi concebido para evitar os desperdícios de energia e carregar as componentes fabricadas nas cinco unidades industriais que a multinacional alemã Enercon tem na região de Viana do Castelo (Parque Empresarial da Praia Norte e Parque Empresarial de Lanheses).

Através da ação do vento – sistema de energia que também é utilizado nos aerogeradores – os motores do navio são alimentados permitindo assim poupar cerca de 40 por cento de combustível.

O navio tem cerca de 130 metros de comprimento, 22 de largura e 10 de calado. O E-Ship 1 carregou, a semana passada, a partir do porto comercial de Viana do Castelo, três torres de aerogeradores, com mais de 80 metros de altura, com destino à Lituânia.

Aumento de exportações

A primeira passagem do navio em Portugal insere-se num plano de exportações definido pela Enercon até ao final do ano, ao ritmo de um navio por semana a carregar componentes no porto de Viana do Castelo, testando a “competitividade e logística”, relativamente a outras unidades do grupo, segundo o “Correio do Minho”.

“Nos últimos dois meses já tivemos 10 navios a carregar componentes das nossas fábricas em Viana do Castelo. É um movimento que vai continuar até dezembro”, garantiu ao Correio do Minho, Francisco Laranjeira, responsável da multinacional em Portugal.

“Era um desejo nosso ter este navio, que é o embaixador da empresa, em Viana, onde estão a sede e as fábricas das unidades portuguesas do grupo. Finalmente foi possível concretizar essa vontade agora”, sublinhou o responsável.

As unidades industriais em Viana do Castelo, distribuídas pelo Parque Empresarial da Praia Norte e Parque Empresarial de Lanheses, empregam cerca de mil trabalhadores entre fábricas de pás de rotor, torres de betão, mecatrónica e aerogeradores, sublinhou o jornal local.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório