Sociedade

NATO investe 30ME em nova escola em Oeiras

A NATO (Organização do Tratado do Atlântico Norte) aprovou um investimento de 30 milhões de euros para instalar a sua nova escola de comunicações em Oeiras.
Versão para impressão
A NATO (Organização do Tratado do Atlântico Norte) aprovou um investimento de 30 milhões de euros para instalar a sua nova escola de comunicações em Oeiras. O anúncio foi feito esta terça-feira pelo ministro da Defesa, José Pedro Aguiar-Branco, que realçou que esta “é uma boa oportunidade para as empresas portuguesas”.
 
“Já foi aprovado o investimento por parte da NATO de cerca de 30 milhões de euros a efetuar agora na construção [da Escola de Comunicações e Sistemas de Informação]”, informou o governante, defendendo que esta “é uma oportunidade para as empresas portuguesas também poderem recorrer à construção dessa escola em Oeiras, é uma boa novidade e uma oportunidade para as empresas se candidatarem”. 
 
À margem da reunião ministerial da NATO que decorreu na sede daquela organização, em Bruxelas, José Pedro Aguiar-Branco revelou que o concurso para a construção da escola – cuja transferência de Itália para Portugal foi acordada em 2011 – vai ser lançado “no primeiro trimestre de 2014”. 
 
Citado pela Lusa, o responsável pela pasta da Defesa disse que “durante 2015 será feita a construção”, prevendo-se que a escola entre em funcionamento em 2017. “Isto significa a materialização de mais uma alteração que foi acordada no passado relativamente às estruturas de comando [da NATO], é uma boa notícia para Portugal”, considerou. 
 
De acordo com Aguiar-Branco, a tutela “tem feito um esforço de aproximação entre as indústrias de defesa e a NATO”, sendo que este “investimento em concreto” traz consigo”todo o potencial que resultará da económica associada pela existência de alunos que irão frequentar a escola em Oeiras”. 
 
Recorde-se que a reforma da estrutura de comandos e agências da Aliança Atlântica, terminada em 2011, resultou no fecho do comando operacional da NATO em Oeiras. No entanto, foi decidida a transferência para Portugal da STRIKFORNATO (a força aeronaval) e da Escola de Comunicações e Sistemas de Informação, antes sediadas em território italiano.

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub