Ambiente

National Geographic premeia projeto português

NULL
Versão para impressão
O projeto Deep Reefs, coordenado pelo Centro de Ciências do Mar (CCMAR), da Universidade do Algarve, foi premiado com uma bolsa da National Geographic Society no valor de 10 mil euros.

O projeto galardoado foca-se no mapeamento da biodiversidade marinha em recifes rochosos profundos. A bolsa será aplicada em técnicas de mergulho científico entre os 30 e os 70 metros de profundidade, assim como no desenvolvimento de estudos genéticos de corais da costa continental portuguesa.

 Segundo comunicado enviado ao Boas Notícias, nas zonas mais profundas irá ser utilizado um veículo operado remotamente (ROV na sigla inglesa) e arrastos de câmara de vídeo (drop down camera).

Estas técnicas vão permitir, aos investigadores do projeto, criar mapas tridimensionais muito úteis na comunicação dos resultados ao público não científico.

Os responsáveis pela investigação têm divulgado junto do público o trabalho desenvolvido nesta área, através do lançamento de um livro e de um documentário sobre os ambientes estudados. Na plataforma online é também possível acompanhar os trabalhos de campo através de vídeos e fotografias.

Este projeto está incluído nos restantes 148 financiados pela National Geographic Society em diversas áreas científicas de todo o mundo. Em 2010, o projeto do CCMAR recebeu também um dos prémios InAqua – Fundo de Conservação, do Oceanário de Lisboa e da National Geographic Channel.

O Deep Reefs conta com a colaboração de parceiros institucionais que têm permitido o avanço deste trabalho: o Centro de Ciências do Mar, o clube de mergulho Entrada, a Universidade do Algarve, a Liga para a Proteção da Natureza, o Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade, o Fundo InAqua e o NGS/Waitt Grants Program.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório