Ambiente

Nasceu um panda gigante na Europa

O zoo Pairi Daiza, na Bélgica, anunciou esta quinta-feira o nascimento de um banda gigante. Nos últimos 20 anos, apenas outros dois países europeus, a Áustria e Espanha, conseguiram reproduzir esta espécie em risco de extinção.
Versão para impressão
O zoo Pairi Daiza, na Bélgica, anunciou esta quinta-feira o nascimento de um banda gigante. Nos últimos 20 anos, apenas outros dois países europeus, a Áustria e Espanha, conseguiram reproduzir esta espécie em risco de extinção.  
 
O primeiro bebé da mãe panda Hao Hao é um menino de 171 gramas. Mal o bebé nasceu, Hao Hao “mostrou imediatamente sinais de carinho com a cria, protegeu-o com a sua boca, lavou-o e segurou-o perto de si”, contam os responsáveis do zoo num comunicado divulgado à imprensa. 
 
A emoção no zoo belga foi tanta que alguns dos técnicos que assistiram ao nascimento deixaram cair lágrimas de alegria. 
 

Image and video hosting by TinyPic


Hao Hao, a mãe do pequeno panda, foi inseminada artificialmente a partir do panda gigante Xing Hui, que veio da China, há dois anos. Todo o processo foi acompanhado pelo Centro de Conservação dos Panda Gigantes da China.
 
Nos próximos dias, os especialistas e cuidadores têm como prioridade garantir que Hao Hao continua a cuidar e a alimentar a cria. 
 
"Estamos incrivelmente felizes mas não podemos esquecer que muitos dos pandas gigantes bebés não chegam ao seu primeiro aniversário. Acreditamos que Hao tem todas as condições para ser uma excelente mãe vamos por todos os recursos à sua disposição", diz o diretor do zoo, Eric Domb. 
 


Nas últimas semanas, o zoo fez vários ajustamentos estruturais para acolher o bebé e a equipa do espaço foi reforçada com dois peritos chineses. Este é o terceiro bebé panda nascido este ano em todo o mundo. 
 
O panda gigante está na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza de espécies em perigo de extinção. Atualmente há menos de 2.000 pandas gigantes em estado selvagem e qualquer nascimento tem uma importância crucial para a preservação da espécie.
 
Nos últimos 20 anos apenas três países europeus, com a ajuda de China, conseguiram com sucesso propagar a espécie: a Áustria, a Espanha e agora a Bélgica. 

Notícia sugerida por Elsa Martins

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório