Inovação e Tecnologia

Música: Programa informático simula orquestra

NULL
Versão para impressão
Um estudante mexicano criou, a partir de técnicas de inteligência artificial, um programa informático direcionado para a arte musical. Este software simula um grupo de músicos virtuais a improvisar uma peça para orquestra sinfónica. 

Em vez de 87 músicos serão 16 altifalantes a interpretar a peça “Fantome” (“Fantasma”), do compositor italiano Angelo Sturiale. O programa informático foi criado por Jorge Armando Barragán Contreras, aluno do sexto semestre do curso de Tecnologia da Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM). 


Segundo o site oficial da UNAM, a orquestra virtual está equipada com um programa de inteligência artificial, criado no Centro de Física Aplicada e Tecnologia Avançada (CFATA) da UNAM, que lê as partituras.  

“O nosso sistema combina técnicas de inteligência artificial que simulam os instrumentistas na improvisação. Utilizamos sons de alta qualidade acústica (da Biblioteca Sinfónica de Viena) e programamos em Max MSP, que trabalha adequadamente com o áudio”, explicou Contreras, que, com este projeto, conclui a sua tese de licenciatura.

O som será emitido através de altifalantes independentes e o principal desafio do universitário consiste em respeitar, na versão virtual, o rasgo singular de “Fantome”, uma peça musical que deixa margem para que os intérpretes inovem e improvisem.

[Notícia sugerida por Ana Guerreiro Pereira]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório