Cultura

Museu dos EUA destaca baleeiros açorianos

Na próxima sexta-feira será inaugurada uma nova ala no Museu da Baleação de New Bedford, (Massachusetts, EUA), dedicada à contribuição dos baleeiros açorianos para o património marítimo no Atlântico.
Versão para impressão
[Imagem: Plano de um antigo bote baleeiro açoriano do século XIX]

Na próxima sexta-feira será inaugurada uma nova ala no Museu da Baleação de New Bedford, (Massachusetts, EUA), dedicada à contribuição dos baleeiros açorianos para o património marítimo no Atlântico.

A par da “Azorean Whalemen Gallery”, a única exposição permanente nos EUA que destaca a contribuição portuguesa para o património marítimo americano, será inaugurada a mostra “A Baleação no Faial: Fase Industrial (1940-1984)”, que conta a história dos principais centros da atividade na ilha, nomeadamente a Fábrica da Baleia de Porto Pim e os Armazéns da Reis e Martins, e das principais personalidades que a marcaram, sem esquecer as novas indústrias do setor, como a observação de baleias.

Segundo a agência Lusa, esta inauguração integra o programa da V Regata Internacional de Botes Baleeiros, um dos marcos mais significativos da geminação
entre as cidades da Horta e New Bedford, onde reside uma importante comunidade emigrante açoriana.

Os botes açorianos, embarcações ágeis na perseguição do cachalote, o tipo de baleia mais comum nos Açores, foram abandonados aquando da entrada de Portugal na CEE, em 1986, e a consequente proibição da caça à baleia. Apenas o aparecimento de um campeonato regional originou a recuperação de dezenas destes botes.

[Notícia sugerida pela utilizadora Elsa Martins]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório