Mundo

Mundo celebra centenário de Madre Teresa

Agnes Gonxha Bojaxhiu, mais conhecida como Madre Teresa de Calcutá, dedicou a sua vida aos mais pobres e doentes da Índia. Se fosse viva, a freira que foi Nobel da Paz em 1979 teria completado ontem cem anos. O "Anjo dos Pobres" esteve duas vezes em
Versão para impressão
Agnes Gonxha Bojaxhiu, mais conhecida como Madre Teresa de Calcutá, dedicou a sua vida aos mais pobres e doentes da Índia. Se fosse viva, a freira que foi Nobel da Paz em 1979 teria completado ontem cem anos. O “Anjo dos Pobres” esteve duas vezes em Portugal.

Um pouco por todo assinala-se, desde ontem, o centenário do nascimento da Madre Teresa de Calcutá. Vinte e três anos após a sua morte, a chamada “anjo dos pobres” continua a mover multidões.

Uma missa foi celebrada ontem em Calcutá, Índia, na sede das Missionárias da Caridade, a congregação fundada por Madre Teresa e onde descansam os seus restos mortais. A missa marcou o início de inúmeras cerimónias na Índia, como um festival de cinema e uma exposição.

Os caminhos-de-ferro indianos vão ainda lançar o “Mother Express”, um comboio azul e branco, as cores dos saris que a Missionárias da Caridade usam, que vai viajar pelo mundo com uma exposição sobre a Madre Teresa.

Também os EUA assinalaram a data, com a praça Times Square em Nova York e a Ponte da Paz sobre o rio Niágara, entre os Estados Unidos e o Canadá, iluminadas de azul e branco, cores tradicionais da ordem das Missionárias da Caridade.

Na capital da Macedónia, Skopje, cidade onde nasceu Madre Teresa, as autoridades fizeram uma oferenda de flores diante de uma estátua levantada em sua homenagem no centro da cidade.

Os escritórios dos correios da Albânia, Kosovo e Macedónia acordaram emitir um selo conjunto, uma iniciativa que será repetida nos Estados Unidos e no Mónaco.

A França emitiu moedas comemorativas na qual aparece a efígie da missionária. Em toda a Europa, ocorreram várias missas em homenagem à freira.

Madre Teresa em desenho animado

Em Itália, a Mondo Home Entertainment associa-se aos festejos, retratando, em desenho animado a vida e obra de Madre Teresa. O objetivo é “disponibilizar um instrumento para que os mais jovens conheçam a sua verdadeira história, um exemplo de humanidade único”, explicou o diretor da empresa italiana à agencia ANSA.

A película, lançada esta semana num DVD de 90 minutos, intitula-se “Madre Teresa” e foi realizada por Orlando Corradi e com Jon Song Chol com desenhos dos irmãos Marco e Gi Pagot. A banda sonora é assinada por Luis Bacalov, vencedor de um Oscar em 1994 com o filme “O Carteiro e o Poeta”.

“Façam algo belo por Deus”

Madre Teresa de Calcutá esteve em Portugal em 1982 e em 1987, quando D. Manuel Martins, então bispo de Setúbal, lhe pediu que se associasse à criação, na cidade do Sado, de uma congregação das Missionárias da Caridade.

“Do something beautiful for Jesus” [“façam algo belo por Jesus”, em português], foi uma expressão que a freira albanesa nascida na Macedónia usou com frequência nos contactos com os portugueses.

Nobel da Paz

Inés Gonxha Bojaxhiu, o seu verdadeiro nome, nascida em Skopje, na actual Macedónia, chegou pela primeira vez à Índia com 19 anos, em 1929.

O seu trabalho e dedicação à população mais pobre e aos doentes de lepra, nos subúrbios de Calcutá, valeram-lhe o reconhecimento do país e um prémio Nobel da Paz em 1979.

A Igreja Católica, por intermédio do Papa João Paulo II beatificou a missionária em 2003.

Atualmente, a ordem que fundou conta com mais de 4500 religiosas espalhadas por 130 países, que prosseguem a mesma missão de ajuda aos mais pobres.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório