Mundo

Mulher ficou três horas na lama para salvar cavalo

Uma mulher ficou durante três horas na lama para salvar o seu cavalo, de 500 quilos, que ficou preso numa praia pantanosa de Melbourne, na Austrália.
Versão para impressão
Uma mulher ficou durante três horas na lama para salvar o seu cavalo, preso numa praia pantanosa de Melbourne, na Austrália. Perante a possibilidade de a água do mar chegar ao local onde o animal se encontrava, Nicole Graham decidiu não o largar e lutou para manter a cabeça de Astro à superfície, para que o cavalo não se afogasse, conta o Mail Online.
 
O acidente aconteceu quando Nicole e a filha, Paris, passeavam naquele local da costa australiana nos seus cavalos, como faziam habitualmente há quase 20 anos.

De súbito, o animal caiu na lama e o mesmo aconteceu à filha e ao seu pónei. Depois de salvar Paris e o pequeno cavalo, que também ficara parcialmente preso, levando-os para terra firme, Nicole voltou à lama para ajudar o seu amigo de quatro patas.

 
“Eu estava desesperada. Partiu-me o coração vê-lo a sofrer e a lutar para sair da lama”, revelou ao jornal britânico a mulher australiana, que possui mais dez cavalos e é especialista na realização de procedimentos odontológicos nestes animais.
 
Enquanto a mãe se esforçava para manter o cavalo tranquilo e em segurança, a jovem Paris pediu ajuda aos bombeiros através do telemóvel e, três horas depois, Astro foi sedado e removido da lama de boa saúde, embora com ligeiros sinais de desidratação.

“A lama parecia areia movediça. Fiquei muito aliviada quando vi os bombeiros chegar, porque estava a ficar muito cansada”, admitiu Nicole.

 
Para içar o cavalo, de quase 500 quilos, a equipa de resgate precisou de um trator, emprestado pelo dono de uma quinta próxima da praia e de uma equipa de veterinários, habitualmente ao serviço do agricultor e que se prestou a ajudar. Em último recurso, os bombeiros dispunham também de um helicóptero para proceder ao salvamento. 
 
Stacey Sullivan, uma das veterinárias envolvidas, admitiu que todo o processo foi “uma luta contra a corrente” que, “felizmente”, a equipa venceu. “Muitos cavalos não sobrevivem a uma situação destas e acredito que, sem os esforços da dona, as hipóteses de sobrevivência teriam sido muito inferiores”, salientou Stacey, em declarações ao Mail Online.

[Notícia sugerida por Raquel Baêta]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub