Mundo

Mulher de 104 anos voa de parapente

Peggy McAlpine é provavelmente a mulher mais velha do mundo a voar de parapente. A centenária, que se desloca numa cadeira de rodas, saltou de um pico com a altura de 730 metros, no norte do Chile, e está perto de entrar para o Guinness pela 2ª vez.
Versão para impressão
Peggy McAlpine é provavelmente a mulher mais velha do mundo a voar de parapente. A centenária, que se desloca numa cadeira de rodas, saltou de um pico com a altura de 730 metros, no norte do Chile, e está perto de entrar para o Guinness pela 2ª vez.
 
De acordo com o Sunday Express, a decisão de voltar a voar com o parapente partiu do desafio criado por uma norte-americana de 101 anos de idade, que bateu recentemente o anterior recorde de Penny.
 
Ao mesmo jornal, a inglesa, a viver agora no Chipre, assegurou: “Aproveitei cada minuto. Foi melhor que da última vez. Gostaria certamente de voltar a fazê-lo – especialmente se alguém me tirar o recorde”.
 
O momento foi registado num vídeo, posteriormente colocado no YouTube. A protagonista, que usa uma cadeira de rodas, está agora à espera que o Livro do Guinness confirme o seu recorde.

Peggy ganhou o gosto por desportos radicais aos 80 anos

 
Peggy revelou ainda que adora alturas desde muito jovem e que a primeira vez que viajou de avião foi em 1920, com apenas 12 anos.
 
A reformada, cujo marido Thomas morreu com cancro em 1980, afirmou ter ganho o gosto pelos desportos radicais aos 80 anos, quando os seus netos a aconselharam a experimentar bungee jumping no Essex, onde vivia.
 
“Subi até ao topo e olhei para baixo, vi as pessoas do tamanho de formigas e o meu coração afundou-se”, revelou. 
 
Angela Gokasan, da companhia de parapente Highline Air Tours, disse ao Sunday Express: “A Peggy completou o seu segundo voo com o piloto Ozgur Gokasan, que também foi o seu último piloto da última vez”.
 
“Eles pairaram sobre as nuvens e aterraram numa multidão de família, amigos e as três testemunhas necessárias para o Guinness”, acrescentou, referindo-se também aos dois filhos, quatro netos e dois bisnetos de Peggy.
 
“Estamos felicíssimos por ter voado com ela outra vez. O stress foi compensado quando vimos a sua cara e a de Ozgur depois de aterrarem. Ela é uma mulher fantástica”, concluiu.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório