Ciência

Movimentos oceânicos lembram obra de Van Gogh

A NASA divulgou, a semana passada, uma animação que simula os movimentos das correntes oceânicas por todo o planeta, comparados a uma obra de Van Gogh.
Versão para impressão
A NASA divulgou, a semana passada, uma animação que simula os movimentos das correntes oceânicas por todo o planeta durante um ano e meio. Nas imagens é possível observar várias linhas brancas que representam os fluxos dos oceanos vistos do espaço entre 2005 e 2007.

A forma como estas linhas brancas surgem nas imagens já valeu aos movimentos oceânicos uma comparação com as pinturas de Van Gogh, em especial com o célebre quadro “Noite Estrelada” (representado abaixo).

O  mapeamento das correntes foi feito pela agência espacial norte-americana com o auxílio do modelo computacional ECCO2 (Estimating the Circulation and Climate of the Ocean, Phase II), responsável por simular o movimento dos oceanos e do gelo oceânico a todas as profundidades possíveis.
 
Porém, na animação, foram apenas integrados os movimentos mais próximos da superfície. O vídeo mostra a Terra em rotação e os oceanos em constante movimento, com correntes que se movem em várias direções e desenham círculos semelhantes a remoinhos. 
 
De acordo com a NASA, o vídeo não tem narração nem história uma vez que o seu objetivo é apenas “criar uma experiência visual visceral e simples” para que os espetadores vejam, com detalhe, como se movem as águas que cobrem o nosso planeta.
 

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub