Ambiente

Moura terá corredores ecológicos para o lince-ibérico

Uma colaboração entre olivicultores da região alentejana de Moura e o Projeto LIFE Habitat Lince Abutre, da Liga para a Proteção da Natureza (LPN), vai criar mais de 55 hectares de corredores ecológicos, contribuindo para a conservação da espécie.
Versão para impressão
Uma colaboração entre olivicultores da região alentejana de Moura e o Projeto LIFE Habitat Lince Abutre, da Liga para a Proteção da Natureza (LPN), vai criar mais de 55 hectares de corredores ecológicos para promover a conectividade entre áreas de habitat favorável para o lince-ibérico nas Serras de Adiça e Ficalho, contribuindo ativamente para a conservação desta espécie em Portugal.
 
De acordo com um comunicado da LPN, foi acordado com os olivicultores da região de Moura que, em determinadas parcelas dos seus olivais, não sejam efetuadas intervenções que prejudiquem o desenvolvimento e regeneração da vegetação natural, tais como a colheita de azeitona.
 
Em contrapartida pela consequente perda de rentabilidade, estes agricultores recebem do Projecto LIFE Habitat Lince Abutre um pagamento compensatório por cada hectare de olival afeto à implementação destes corredores, explica ainda a LPN.
 
Segundo a Liga, a recuperação de vegetação nestas áreas, previamente selecionadas, vai possibilitar o aumento da conectividade da paisagem adequada ao lince-ibérico, facilitando, assim, a sua deslocação nesta região.
 
Ao mesmo tempo, vão aumentar também as áreas favoráveis à existência de coelho-bravo (assim como de outras espécies de caça menor), presa deste felino em risco de extinção, o que pode constituir um importante recurso económico para as áreas rurais.
 
A médio-prazo, a LPN espera que “esta medida inovadora contribua para a recuperação do lince-ibérico na região”, conclui o comunicado. 
 
O projecto LIFE Habitat Lince Abutre é coordenado pela Liga para a Protecção da Natureza (LPN) e conta com a parceria de diversas instituições públicas e privadas, sendo co-financiado a 75% pelo Programa LIFE-Natureza da Comissão Europeia. 
 
Entre as instituições parceiras estão o Centro de Estudos da Avifauna Ibérica (CEAI), a Associação Nacional de Proprietários Rurais, Gestão Cinegética e Biodiversidade (ANPC), a Associação dos Jovens Agricultores de Moura (AJAM), a Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e o Centro de Investigação e Intervenção Social (CIS / ISCTE-IUL). 

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub