Inovação e Tecnologia

Mordomo virtual responde às perguntas dos turistas

Um agente virtual que responde às perguntas dos turistas sobre os locais históricos que visitam é a proposta de uma equipa de investigadores do Instituto de Engenharias de Sistemas e Computadores Investigação e Desenvolvimento (INESC-ID), em Lisboa.
Versão para impressão
Um agente virtual que responde às perguntas dos turistas sobre os locais históricos que visitam é a proposta de uma equipa de investigadores do Instituto de Engenharias de Sistemas e Computadores Investigação e Desenvolvimento (INESC-ID), em Lisboa. O projeto, iniciado em Outubro de 2010 e intitulado de ‘Fala Comigo’está a ser posto à prova no palácio de Monserrate, em Sintra.

Edgar, o mordomo do palácio, que já está à disposição dos turistas numa versão de demonstração em Monserrate em mesas táteis, quiosques e telemóveis, proporciona uma experiencia interativa e dinâmica com os visitantes através da fala ou toque. Também neste projeto, estão disponíveis jogos e inúmeras aplicações, sendo que, neste momento, o espaço disponibiliza dois especialmente vocacionados para crianças.

Em declarações ao jornal Ciência Hoje, a responsável do projeto, Luísa Coheur, explica que, para além da personagem do mordomo Edgar “existirão outras personagens, que irão interagir com os visitantes nas diversas aplicações desenvolvidas. Estas abrangem conteúdos informativos (história, iconografia e restauro do edifício) e lúdicos (jogos e interação falada) e poderão ser utilizadas individualmente ou em grupo, com o objetivo de cativar os diversos tipos de visitantes”, acrescenta.

A investigadora explica ainda  que “os desafios científicos são inúmeros” pelo que as restantes aplicações ainda estão em fase de testes devido à “complexidade do processo de compatibilização entre os suportes físicos, os equipamentos informáticos e as aplicações”.

Esta iniciativa está inserida no Quadro de Referência Estratégico Nacional – QREN, tendo como parceiros a Newvision, a Tziranda, a Nearinteraction, a Parques de Sintra, o INOV e o Instituto de História da Arte da FLUL.

A próxima etapa do estudo passa por acrescentar castelhano e inglês à versão existente e ainda adicionar emoções e movimentos à personagem virtual.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório