i9magazine

Montepio Acredita Portugal: 21 projetos avançam rumo à grande final

Versão para impressão

Ao longo de seis salas de avaliação, vários jurados, entre eles Isabel Neves (Shark Tank), Lara Vidreiro (Chic by Choice), João Matias e André Marques (360imprimir), Pedro Gomes (Montepio), Filipe Portela (Impact Hub), Pedro Veiga Costa (Brisa), Franco Caruso (Montepio) e José Damião (Madan Parque), escolheram os projetos finalistas dos quais sairão os vencedores da 7ª edição do Montepio Acredita Portugal.

Os projetos concorrem aos vários prémios em diferentes categorias: empreendedorismo social; mobilidade; tecnologia aplicada a comércio e serviços; outras tecnologias; comércio, serviços e indústria são as áreas definidas para os projetos.

Até ao dia 20 de maio, os membros das 21 equipas estão em período de pré-aceleração. A cada semana, os grupos reúnem-se com diversas entidades, como a Iventa International, responsável pelas questões de proteção da propriedade intelectual, a Blended Training Systems, responsável por técnicas de negociação, e a PPL e Seeders, que ajudarão a conhecer as diferentes formas de financiamento, sempre com o objetivo de adquirir competências para o desenvolvimento e implementação dos respetivos projetos. No dia 6 de maio decorreu o DemoDay, uma oportunidade única para os candidatos apresentarem o seu projeto a investidores, tentando obter financiamento.

A fase de pré-aceleração culmina no dia 20 de maio – pitch final – no qual o júri irá selecionar os vencedores do Montepio Acredita Portugal 2017, que serão conhecidos no dia 2 de junho, na Gala de Entrega de Prémios.

Fique a conhecer os projetos que podem ganhar mais de 500 mil euros em prémios.

Empreendedorismo Social:

Espaço de saúde e cuidados visuais: “Promover o desenvolvimento de áreas de criação de produtos e serviços, para que os alunos possam treinar dentro da nossa instituição as competências necessárias ao seu futuro desenvolvimento profissional”.

Upframe: “Programa de pré-aceleração para ligar aspirantes a empreendedores a mentores, start-ups, incubadoras e aceleradoras, de forma a otimizar recursos muitas vezes valiosos e que normalmente são desperdiçados”.

Para Onde? “Uma associação de promoção de voluntariado internacional, que envia voluntários portugueses para programas de voluntariado em todo o mundo e acolhe voluntários internacionais para programas em comunidades locais”.

Brisa Mobilidade:

TruckIT: “Uma plataforma que liga transportadoras ou particulares com transportes de mercadorias a potenciais interessados nesses serviços”.

TAMAI – Tecnologia Automóvel de Mobilidade Ambiental e Inovação (Veículos Elétricos reciclados a partir de veículos existentes): “Veículos elétricos reciclados que mudam o paradigma da mobilidade nas cidades. Veículos recriados a partir de veículos existentes, a combustão, com um modelo de mobilidade mais económica que qualquer outra oferta no mercado e que contribui para o futuro sustentável”.

WePark: “Um serviço personalizado para estacionamento de veículos que funciona através de uma aplicação mobile e que proporciona uma experiência mais cómoda aos seus clientes, disponibilizando motoristas de confiança para estacionar os seus veículos nos grandes centros urbanos”.

Prémio K. Tech:

Shuteye: “Plataforma que oferece o descanso de curta duração, conectando proprietários de imóveis/hostels e clientes que pretendem descansar (dormir uma sesta, tomar um banho a seguir a um voo, desfrutar de uma massagem ou simplesmente relaxar), através de uma aplicação mobile e web. É a Uber do descanso!”

Cook4me: “Uma plataforma inovadora de encomenda e entrega de comida caseira. Encomenda com apenas um clique e saboreia as refeições acabadas de fazer dos nossos cozinheiros. Já com vendas em Lisboa, estamos agora a preparar para escalar e crescer em Portugal e nas principais cidades europeias”.

FoundVet: “Criação de uma aplicação mobile que permite aos proprietários dos animais de companhia solicitarem uma consulta veterinária ao domicílio e às clínicas/hospitais veterinários terem ao seu dispor profissionais veterinários disponíveis na sua área de atuação para prestar cuidados médicos”.

Serviços:

SMARTFOREST: “A wireless ad hoc network for forest monitoring – Monitorização inteligente de incêndios florestais, com auxílio de dados ambientais, em tempo real através de uma rede ad hoc descentralizada de sensores sem fio”.

Footwizzi: “Venda online de artigos de calçado de marcas novas ou das mais inovadoras no mercado, juntamente com sapatarias de rua, tudo sob a curadoria de Footwizzi. Calçado português para o mundo”. (www.footwizzi.com)

Cohomy: “Acreditamos que Portugal, com o seu estilo de vida único tem potencial para entrar na rota do CoLiving e Nomadismo Digital. Queremos criar espaços de CoLiving que tornem as pessoas mais felizes, a viver, viajar e trabalhar de forma mais criativa, eficiente e integradas numa comunidade em Portugal”.

Produtos:

UZME Everywhere: “Proporcionar às pessoas a possibilidade de desfrutar de refeições quentes onde e quando quiserem, lançando um produto inovador que permita aquecer comida de forma autónoma, sem recurso à eletricidade ou gás”.

InfiniteBook: “Quadro branco em forma de caderno”.

K-NINE Healthy Chews: “Os cães necessitam de roer para se manterem ocupados, fazer exercício, ocuparem o cérebro e não roerem objetos impróprios. É uma atividade indispensável para o seu equilíbrio físico e mental. A Milk Dynamics criou o biscoito para roer (chew) mais saudável e seguro do mercado”.

Materiais/Indústria:

Graphenest – Advanced Nanotechnology: “Desenvolvimento e comercialização de método inovador ultra-low cost para a produção de grafeno e compósitos avançados”.

Matter | sustainable and sensory design: “A Matter destina-se à produção e comercialização de produtos de materiais de revestimento a partir de resíduos e/ou subprodutos agroindustriais”.

WEStoreOnTEX: “Um tecido leve e flexível que armazena energia para alimentar dispositivos eletrónicos e sensores integrados na própria roupa”.

Saúde:

SELLA, Medical Technologies: “Um sistema constituído por um software e um distrator ósseo automático. O Software permite o diagnóstico e planeamento da terapêutica, e o controlo dos distratores automáticos, que permitem individualizar a ação terapêutica tenda em conta a originalidade biológica de cada doente”.

Blood Reprogramming Technologies  – Skin cells to make blood, be your match: “A ideia aborda a falta de células estaminais do sangue (CES) para transplantação em doentes com cancro do sangue. Baseia-se numa tecnologia de reprogramação celular que permite gerar CES humanas funcionais, compatíveis e em número suficiente a partir de células da pele obtidas de cada doente”.

Your Pocket Nutritionist: “A Your Pocket Nutritionist é uma webapp de recomendações automáticas que pretende ser um nutricionista de bolso, informando e educando o utilizador, desmistificando as áreas da nutrição, alimentação e fitness, de modo a permitir o alcance de um estilo de vida saudável”.

O conteúdo Montepio Acredita Portugal: 21 projetos avançam rumo à grande final aparece primeiro em i9 magazine.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub