Sociedade

Monsanto vai acolher alojamentos de ecoturismo

O Parque Florestal de Monsanto terá, a partir do final de 2012, alojamentos de ecoturismo, anunciou o vereador do Ambiente e Espaços Verdes de Lisboa, José Sá Fernandes. Tal será possível graças à requalificação de casas de função, viveiros e da deso
Versão para impressão
O Parque Florestal de Monsanto terá, a partir do final de 2012, alojamentos de ecoturismo, anunciou o vereador do Ambiente e Espaços Verdes de Lisboa, José Sá Fernandes. Tal será possível graças à requalificação de casas de função, viveiros e da desocupada residência oficial do presidente da Câmara.

Ao todo, prevê-se a disponibilização de 45 camas, sendo que os arranjos necessários serão pagos pelos vencedores do concurso público de concessão a ser lançado em breve.

António Costa, presidente da autarquia, refere à agência Lusa que o ecoturismo constitui uma forma de “ter receitas complementares” e de criar uma nova forma de descobrir o parque e “recuperar património”.

Outros investimentos serão feitos em Monsanto: no primeiro trimestre de 2012 estará já instalada a nova sinalética daquele espaço, para acabar com um conjunto de placas “incompleto e desigual”. Já as medidas de acalmia do tráfego custarão vão implicar, por exemplo, a instalação de semáforos em cruzamentos, o fecho de algumas ruas e a redução das velocidades em zonas de atravessamento de pessoas.

José Sá Fernandes adiantou ainda que, num prazo de 20 anos, prevê-se a substituição de 15400 árvores e a plantação de mais de cinco mil em Monsanto, o “pulmão” da cidade de Lisboa.

[Notícia sugerida pela utilizadora Raquel Baêta]

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub