Mundo

Moçambique vai produzir eletricidade a partir do lixo

NULL
Versão para impressão
O maior parque industrial de Moçambique, em Matola, vai utilizar lixo para produzir energia elétrica, segundo disse à Lusa o vereador do pelouro de Salubridade, Lázaro Bambamba.

O projeto de aproveitamento de resíduos sólidos para a produção de bio-gás e de energia elétrica foi apresentado por um grupo de investidores estrangeiros ao governo da Matola.
 
“Para nós, é uma surpresa positiva, porque parte das cerca de 500 toneladas de resíduos sólidos produzidos na Matola passarão a ter valor económico”, disse o vereador do pelouro de Salubridade da Matola à Lusa.

Segundo explicou Lázaro Bambamba, o projeto assenta na montagem de geradores nas duas lixeiras do município da Matola, com capacidade para produzir 15 megawatts, que serão vendidas à Eletricidade de Moçambique (EDM), a elétrica pública moçambicana.  
 
Esta iniciativa vai trazer mais uma fonte de energia elétrica para colocar na rede pública do município da Matola, e junho será o mês da definição do projeto, de acordo com  Lázaro Bambamba.

O aproveitamento do lixo vai ainda melhorar a recolha de resíduos sólidos no território, onde atualmente o saneamento chega apenas a 24 dos 42 bairros da Matola.

[Esta notícia foi sugerida pelo utilizador Vítor Fernandes]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório