Em Destaque Mundo

Moçambique interessado em empresários portugueses

Segundo Lichale, Portugal é dos países que cria mais emprego
Versão para impressão
por redação

Fernanda Lichale, embaixadora de Moçambique em Portugal, defendeu a presença de empresários portugueses no país e considerou como um dos principais parceiros estratégicos.

No final da cerimónia de lançamento do livro “Direito Fiscal Internacional de Moçambique – As convenções de Dupla Tributação”, em Lisboa, a diplomata disse, “sempre digo que o investimento português é bem-vindo. Portugal esteve e está sempre nos primeiros 10 lugares”.

Salientou ainda que “os empresários portugueses são bem-vindos a Moçambique, porque é uma relação de irmandade, de amizade, mas acima de tudo de afetividade”.

No primeiro semestre de 2016, as intenções de investimento em Moçambique caíram 48% em relação ao mesmo período do ano passado. No quinto lugar dos principais investidores está Portugal, com uma queda de 80%.

A China lidera a lista dos principais investidores, com 154 milhões de dólares (138 milhões de euros), quase 60% do total do investimento direto estrangeiro.

A África do a Sul, com 45 milhões de dólares (40 milhões de euros), as Maurícias, com 29 milhões de dólares (26 milhões de euros), o Reino Unido, com 22 milhões de dólares (20 milhões de euros), e por último Portugal, que em 2015, tinha fechado o ano no quarto lugar da lista.

Turquia, Itália, Índia, Espanha e Estados Unidos são os restantes países na lista dos dez principais investidores.

Os dados do CPI, Centro de Promoção de Investimentos, revelam que no primeiro semestre os projetos autorizados de Portugal deverão criar 28 postos de trabalho por milhão de dólares investidos, abaixo dos 44 da média dos restantes países.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório