Cultura

Mirandês integra projeto de recuperação de línguas

O mirandês foi integrado num projeto mundial de recuperação de línguas em vias de extinção. "Endangered Languages" é o nome da iniciativa que se vai desenvolver sob a égide da Alliance for Linguistic Diversity.
Versão para impressão
O mirandês foi integrado num projeto mundial de recuperação de línguas em vias de extinção. “Endangered Languages” é o nome da iniciativa que se vai desenvolver sob a égide da Alliance for Linguistic Diversity e pretende “guardar o testemunho de séculos de vida”.

O “Endangered Languages” abarca, aproximadamente, sete mil línguas, categorizadas em três grupos: em risco (perigo de baixo nível), vulnerável (perigo de nível médio) e em vias de extinção (perigo de nível elevado). De acordo com as informações disponibilizadas no site oficial do projeto, o mirandês encontra-se em estado vulnerável.

Classificado como indo-europeu, o mirandês, idioma do nordeste transmontano é falado por cerca de 15 mil pessoas, segundo dados do ano de 2000. Na página desta língua lusa pode ainda aceder-se a detalhes sobre a legislação de ensino do mirandês em Miranda do Douro.

O objetivo da iniciativa é recuperar e salvaguardar este e outros idiomas, contrariando a tendência de extinção, através da documentação e ensino das línguas utilizando, para tal, as ferramentas tecnológicas à disposição.

Numa altura em que a humanidade enfrenta o desaparecimento de vários idiomas a uma velocidade nunca antes vista, torna-se imperativo a intervenção de entidades capazes de travar a situação. A Alliance for Linguistic Diversity pretende agora salvar não só as línguas, mas também toda a herança cultural a elas associada.

[Notícia sugerida por Vítor Fernandes]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório