Mundo

Mineiro Edison Pena corre Maratona de Nova Iorque

O mineiro Edison Pena, um dos 33 homens que passou 69 dias preso numa mina no Chile, correu este domingo a Maratona de Nova Iorque em cinco horas e 50 minutos. O chileno de 34 anos superou assim mais uma prova, apesar do joelho lesionado.

Versão para impressão
O mineiro Edison Pena, um dos 33 homens que passou 69 dias preso numa mina no Chile, correu este domingo a Maratona de Nova Iorque em cinco horas e 50 minutos. O chileno de 34 anos superou assim mais uma prova, apesar do joelho lesionado.

Enquanto esteve soterrado na mina o “mineiro-atleta” corria todos os dias mesmo na escuridão da mina onde ficou preso.

A organização da Maratona decidiu que convidaria Edison Pena para segurar a fita da meta quando este saísse da mina, mas acabaram por ser surpreendidos ao serem informados pelas autoridades consulares chilenas que Edison Pena queria disputar a prova.

“É um desafio”, disse Peña na conferência de imprensa em Central Park antes da corrida. “Podia ter vindo apenas para assistir, mas decidi participar, sentir a emoção”, acrescentou o chileno de 34 anos, citado pela AFP.

“Estou aqui para inspirar outras pessoas. Quero que lutem pela sua liberdade. É por isso que vale a pena correr a maratona. Lutei comigo, lutei com a minha própria dor, mas cheguei à meta”, contou Edison Pena.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório