Sociedade

Milhares de pessoas nos funerais de bombeiros lusos

A morte destes homens e destas mulheres não é, claro, uma boa notícia. Mas a sentida homenagem prestada por milhares de pessoas que nos funerais dos jovens bombeiros que perderam a vida no combate às chamas, é digna de referência.
Versão para impressão
A morte destes homens e destas mulheres não é uma boa notícia. Mas a sentida homenagem prestada por milhares de pessoas nos funerais dos jovens bombeiros que perderam a vida no combate às chamas, é digna de referência. Portugal faz-se ver em grandes números na despedida destes heróis anónimos que deram a vida pelo país.
 
No passado sábado, em Carregal do Sal, cerca de duas mil pessoas lotaram o salão nobre do Quartel de Bombeiros daquela localidade, para uma última homenagem a Cátia Pereira Dias. A jovem de 21 anos morreu na passada quinta-feira, na luta contra as chamas do incêndio que lavrava em São Marcos, no concelho de Tondela.
 
Na cerimónia esteve presente o Ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, e ainda o presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Jaime Soares, que preferia ter-se deslocado ali para “saudar o trabalho desenvolvido pelos bombeiros”. 
 
O funeral foi conduzido por D. Ilídio Leandro, bispo da diocese de Viseu, que sublinhou que “a morte em atos de extrema generosidade merecem gratidão”. O extenso cortejo fúnebre saiu do quartel e acompanhou, a pé, a urna de Cátia Pereira Dias, transportada em ombros por mais de meio quilómetro até ao cemitério local, onde foi enterrada ao som da sirene da corporação.


Na passada quarta-feira, outras mil pessoas enchiam o Salão da Associação Humanitária dos Bombeiros de Carregal do Sal, para se despedirem de mais um herói, vítima das chamas na Serra do Caramulo, no concelho de Tondela. 

Depois de ficar gravemente ferido no incêndio, Bernardo Cardoso, de 19 anos, acabou por não resistir e falecer ao início da noite de terça-feira, no Hospital da Prelada, no Porto. O funeral foi igualmente acompanhado pelo Ministro da Administração Interna e pelo Presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses.
 
Para a última homenagem, estiveram presentes bombeiros de muitas corporações do distrito de Viseu e de outros pontos do país que se deslocaram ao Carregal do Sal e ainda colegas do jovem, da escola secundária daquela localidade, vestidos com camisolas brancas e a carregar rosas brancas nas mãos. 
 
Até esta semana, estava confirmada a morte de seis bombeiros no combate aos incêndios florestais que têm deflagrado pelo país desde o início do Verão (quatro dos quais nos fogos na Serra do Caramulo). No entanto, esta quinta-feira à tarde, foi noticiado o falecimento de um sétimo bombeiro, que se encontrava hospitalizado em Coimbra.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub