Cultura

Metro do Porto distinguido pela Universidade de Harvard

O Metro do Porto é um dos dois projetos premiados na 11ª edição do prémio "Veronica Rudge Green Prize", atribuído pela escola de design da universidade norte-americana de Harvard. Este importante galardão em design urbano vai ser atribuído na terça-f
Versão para impressão
O Metro do Porto é um dos dois projetos premiados na 11ª edição do prémio “Veronica Rudge Green Prize”, atribuído pela escola de design da universidade norte-americana de Harvard. Este importante galardão em design urbano vai ser atribuído na terça-feira, em Cambridge, Massachusetts (EUA).

Fonte da organização do prémio disse ao Boas Notícias que, para esta edição, foram nomeados cerca de 100 projetos de todo o mundo. Esta é a primeira vez, desde o arranque do “Veronica Rudge Green Prize”, que são premiados dois projetos em exaqueo.

No site da universidade de Harvard, relativamente ao projeto Metro do Porto, o júri destaca o potencial desta infraestrutura de mobilidade, “cuidadosamente planeada e executada para transformar a cidade e a região”.

 
O júri elogia também o arquiteto Eduardo Souto Moura, prémio Pritzker 2011, que coordenou a equipa de projetistas responsáveis pela inserção urbana do metro em diferentes locais da Área Metropolitana do Porto.

“O Metro do Porto exibe uma generosidade em relação à esfera pública que é fora do comum nas infraestruturas contemporâneas. A capacidade de Souto de Moura e da sua equipa em negociar uma míriade de limitações tecnicas e administrativas faz com que este seja, verdadeiramente, um projeto de design urbano impressionante”, lê-se no site dos prémios.

Além do Metro do Porto, a 11ª edição dos Green Prize distinguiu o projeto autárquico Proyecto Urbano Integral (PUI), desenvolvido na cidade de Medellín (Colombia). O prémio reconhece a liderança do arquiteto Alejandro Echeverri e o papel da agência Empresa de Desarrollo Urbano (EDU), que garantiu a execução desta iniciativa.

O PUI é um projeto de design social que tem vindo a criar várias soluções (por exemplo meios de transporte mais eficientes e soluções de habitação económicas) para combater as condições de pobreza extrema em que vivem cerca de 170 mil habitante de Medellín.

Os dois prémios vão ser atribuídos na próxima terça-feira à tarde, numa cerimónia na sede da Graduate School of Design, em Cambridge. O evento inclui a inauguração de uma exposição sobre os dois projetos premiados.

Clique AQUI para saber mais sobre este prémio.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub