Sociedade

Menos “chumbos” a Português e Matemática

As taxas de reprovação nos exames do ensino secundário baixaram a Português e Matemática, de acordo com um anúncio feito esta segunda-feira pelo Ministério da Educação e Ciência.
Versão para impressão
As taxas de reprovação nos exames do ensino secundário baixaram a Português e Matemática, de acordo com um anúncio feito esta segunda-feira pelo Ministério da Educação e Ciência.
 
Os dados da primeira fase – que este ano foi obrigatória – mostram que a taxa de reprovação a Português, a prova feita pelo maior número de alunos (mais de 72 mil) desceu de 10% em 2011 para 8% este ano.
 
Considerando-se apenas os resultados dos alunos internos, que frequentam as aulas da disciplina ao longo de todo o ano, a média da prova subiu de 9,6 para 10,4. A mesma subida verificou-se, também, considerando-se a globalidade dos alunos, tendo sido observado um aumento da média de 8,9 para 9,5.
 
Quanto à Matemática A, uma prova feita por mais de 49 mil alunos, a taxa de reprovação baixou de 20% para 15% em comparação com o ano passado. Pelos resultados dos alunos internos, a média, porém, desceu de 10,6 para 10,4 este ano. A média global, por seu lado, desceu de 9,2 para 8,7.
 
Saliente-se que na Matemática para as Ciências Sociais e no exame de Matemática B os resultados foram menos animadores: na prova da primeira disciplina, prestada por mais de nove mil alunos, houve uma subida de 9% para 10% na taxa de reprovações; na segunda, a taxa de reprovações subiu consideravelmente, de 11% para 21%.
 
O Ministério da Educação e Ciência destacou a “relativa estabilidade” dos resultados das provas no Secundário, corrigidas por um total de 6.806 professores. Dos 362.414 alunos inscritos, 324.048 fizeram as provas na primeira chamada para 25 disciplinas. 

[Notícia sugerida por Patrícia Guedes]

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub