Mundo

Menina de 10 anos salva pai da condenação à morte

NULL
Versão para impressão
Durante dois anos, Jin Jin, uma menina de 10 anos, enviou cartas ao Supremo Tribunal da província chinesa de Henan conseguindo que o pai não fosse condenado à morte, como estava sentenciado, adiantou a agência Lusa.

Segundo a imprensa local, Jin Jin escreveu diversas cartas aos juízes a pedir que suspendessem a execução da pena do seu pai. Wang Junbao, pai da criança, tinha sido condenado à morte depois de julgado pela morte da mulher durante uma discussão familiar.

A menina estava num centro de acolhimento para crianças com pais presos e através das cartas pedia ao tribunal que o pai não fosse executado, por não querer ficar órfã de ambos os pais.

Ao fim de dois anos de insistência da menina o tribunal teve em conta o seu apelo, suspendendo a pena de morte do pai da menina a 14 de maio.

[Notícia sugerida pelos utilizadores Raquel Baêta e Vitor Fernandes]

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório