Saúde

Medula: Portugal é um dos países com mais dadores

Nos últimos 10 anos, Portugal deu um salto do último lugar nos rankings mundial e europeu sendo o 3º país da Europa e o 5º país do mundo com maior número de dadores.
Versão para impressão
Nos últimos 10 anos, Portugal deu um salto do último lugar nos rankings mundial e europeu em termos de número de dadores de medula óssea, transformando-se no 3º país da Europa e no 5º país do mundo com maior registo de dádivas. Em 2002 havia apenas 1.625 dadores inscritos no Registo Nacional de Dadores de Medula Óssea (CEDACE), mas em 2011 a cifra disparou para 277.938.
 
Os números foram anunciados esta quinta-feira pela APCL – Associação Portuguesa Contra a Leucemia, a propósito da celebração dos seus dez anos. A associação aproveitou a ocasião para recordar que, anualmente, surgem mil novos casos desta doença em Portugal e congratulou-se com a saída de células de muitos dadores nacionais do Registo Português, que têm ajudado a “salvar centenas de vidas de doentes com leucemia” não só no nosso país como noutras 20 nações espalhadas por todo o mundo.
 
Estes factos têm sido possíveis, defende a APCL, “graças à sensibilização da população portuguesa e aos recursos, forte empenho e dedicação” da associação “a esta nobre causa”. 
 
Um novo exemplo de empenho vai ter lugar no próximo dia 19 de Abril, com a realização do 5º Concerto de Solidariedade Contra a Leucemia no Pavilhão Atlântico, em Lisboa. O evento vai contar com nomes destacados da música, nomeadamente Rui Veloso, Carminho, Luís Represas, João Gil, Boss AC, Paulo Flores, Camané e Nancy Vieira, acompanhados pela Orquestra das Beiras. 
 
Segundo a APCL, as “receitas reverterão inteiramente a favor das atividades desta entidade, entre as quais o apoio ao CEDACE, apoio social, bolsas de investigação e formação avançada”, pretendendo-se ainda, caso seja possível, “reforçar o nível de apoios concedidos aos três centros de Histocompatibilidade – CH Sul, CH Centro e CH Norte nacionais, que atualmente integram o Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST)”. 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório