Saúde

Médica portuguesa é “Eminent Scientist of the Year 2012”

A portuguesa Sofia Duarte foi distinguida esta semana como "Eminent Scientist of the Year 2012", na categoria de Ciência e Medicina. O prémio, atribuído pela organização International Research Promotion Council, reconheceu um estudo da cientista que
Versão para impressão

A portuguesa Sofia Duarte foi distinguida, esta semana, com o prémio internacional “Eminent Scientist of the Year 2012”, na categoria de Ciência e Medicina. O prémio da organização International Research Promotion Council reconhece um estudo da cientista que pode conduzir ao tratamento e diagnóstico precoce da patologia muscular conhecida como “miopatia central core”.

O trabalho da investigadora está relacionado com a neuropediatria, e é, em geral, “dirigido ao estudo das perturbações do desenvolvimento cerebral das crianças”, já que estas provocam situações “com uma repercussão social muito importante, nas crianças afetadas e nas suas famílias”, adianta ao Boas Notícias Sofia Duarte.

A investigação premiada, iniciada em 1998 e terminada em 2009, teve como objeto de estudo dez recém-nascidos que apresentavam epilepsia e erros metabólicos inatos. O trabalho da médica neurologista pretendeu provar que o acompanhamento destes problemas nas crianças pode levar a um diagnóstico e tratamento precoce da miopatia central core – doença muscular manifestada nos adultos.

“O trabalho premiado identifica uma série de casos em que alterações genéticas na biopsia muscular de adultos com queixas musculares inespecíficas levaram ao diagnóstico”, explica a cientista, acrescentado que, “no futuro, a presença destas alterações deve aumentar a suspeita da alteração genética associada à miopatia central core”.

Na prática, o estudo da alteração genética “pode prevenir complicações fatais numa anestesia, que serão evitadas se houver conhecimento prévio desta situação”, refere a médica do Hospital Dona Estefânia, que agora integra o Programa de Formação Médica Avançada do Instituto Gulbenkian da Ciência.

Research Council promove ciência que ajuda países pobres

A International Research Promotion Council distingue todos os anos cientistas em várias áreas de investigação. Para a médica portuguesa, este é um reconhecimento “particularmente gratificante por ser atribuído por uma organização dedicada ao avanço da ciência com impacto nos países em vias de desenvolvimento”.

Neste momento, Sofia Duarte está “dedicada ao estudo da epilepsia que surge no primeiro ano de vida, associada ao atraso do desenvolvimento psicomotor”, num projeto colaborativo com um hospital pediátrico em Barcelona e uma universidade em Roterdão.

O prémio, ainda não divulgado internacionalmente, será acompanhado da publicação numa revista do artigo, escrito em coautoria com Sílvia Sequeira, Maria João Laje e Eulália Calado, todas a trabalhar no Centro Hospitalar de Lisboa Central do Dona Estefânia, em Lisboa.

Pode aceder ao site do International Research Promotion Council AQUI.

[Notícia sugerida por Ana Guerreiro Pereira e Alexandra Luís]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório