Ambiente

Matagal é recuperado para acolher lince ibérico

Nas zonas da Malcata, Moura-Barrancos, Vale do Guadiana e Serra do Caldeirão estão a decorrer vários projetos para recuperar o matagal mediterrânico, habitat do lince ibérico, com o intuito de reintroduzir o felino no meio selvagem e estimular o cres
Versão para impressão
Nas zonas da Malcata, Moura-Barrancos, Vale do Guadiana e Serra do Caldeirão estão a decorrer vários projetos para recuperar o matagal mediterrânico, habitat do lince ibérico, com o intuito de reintroduzir o felino no meio selvagem e estimular o crescimento das sua população em Portugal.

A informação foi avançada no 1º Seminário do Lince Ibérico em Portugal, que arrancou ontem e prolonga-se durante o dia de hoje, na Universidade do Algarve, em Faro.

Paralelamente, a Liga para a Protecção da Natureza (LPN) está também a trabalhar na recuperação das populações de coelho bravo, a presa por excelência do lince ibérico, no âmbito do projeto Habitat Lince Abutre.

“Queremos aumentar o número de parceiros e aumentar a área de atuação até ao Vale do Guadiana e Serra do Caldeirão”, explicou Eduardo Santos, responsável pelo projecto da LPN, citado pelo jornal Público. Entre as ações previstas está a promoção de corredores ecológicos para a espécie e a promoção da colaboração com quem gere o território, como agricultores e caçadores.

Recorde-se que no passado dia 26 de outubro o Centro de Reprodução em Cativeiro para o Lince Ibérico comemorou um ano. A infraestrutura, instalada em Silves, conta com 16 exemplares da espécie. Em abril nasceram duas crias que acabariam por morrer poucos dias depois.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório