Ciência

Marte “ouve” voz humana e é vista em alta resolução

O robô Curiosity cumpriu o prometido e enviou para a Terra, esta madrugada, as primeiras imagens de Marte em alta resolução. E, esta segunda-feira, também pela primeira vez, uma voz humana ouviu-se no planeta vermelho.
Versão para impressão
O robô Curiosity cumpriu o prometido e enviou para a Terra, esta madrugada, as primeiras imagens de Marte em alta resolução. As fotografias impressionantes foram dadas a conhecer no mesmo dia em que, pela primeira vez, uma voz humana se ouviu no planeta vermelho.
 
Depois de ter divulgado uma imagem panorâmica inédita de Marte, a NASA brinda agora os habitantes da Terra com imagens nunca vistas do planeta em alta resolução captadas por uma câmara com uma lente de 100 milímetros, a Mast Camera (Mastcam), que fotografou a área junto à montanha conhecida por Mount Sharp.
 
Em comunicado divulgado pela agência espacial norte-americana, Michael Malin, o principal investigador a coordenar os trabalhos da MastCam, explica que estas fotografias mostram um panorama “muito rico geologicamente”.
 
“Perto da areia mais escura podemos ver areia com uma tonalidade mais avermelhada. As cores diferentes sugerem uma diferente composição. As rochas que vemos na frente da fotografia mostram diversidade, umas são redondas, outras têm vários ângulos, todas com histórias distintas”, descreve o especialista.

Uma voz humana em Marte
 

Um outro marco na missão do Curiosity, que está já há 20 dias no planeta vermelho, assinalou-se, também, esta segunda-feira. Pela primeira vez, a voz – gravada – de um ser humano ecoou em Marte e, embora não se tenha tratado de uma “presença humana física”, o momento foi testemunhado com entusiasmo.
 
As palavras proferidas pelo administrador da NASA, Charlie Bolden, foram ouvidas nas instalações da agência espacial norte-americana. “Olá. Sou o Charlie Bolden, administrador da NASA, e estou a falar convosco por meio da capacidade de difusão da Curiosity Rover, que agora está na superfície de Marte”, afirmou o responsável.
 
“Quero felicitar os homens e mulheres da nossa família da NASA, assim como os nossos parceiros comerciais e governamentais de todo o mundo, por termos dado mais um passo em Marte”, continuou a voz gravada, que foi enviada da Terra ao Curiosity, soou no planeta vermelho e foi, depois, reenviada para o nosso planeta.
 
Na mensagem, o dirigente adiantou ainda que a agência espera agora obter mais informações sobre o planeta através da análise da cratera Gale, fundamentais para apurar se Marte teve ou tem capacidade para albergar vida.
 
“O Curiosity trará benefícios à Terra e inspirará uma nova geração de cientistas e exploradores, enquanto se prepara o caminho para uma missão humana num futuro não muito distante”, concluiu Bolden.

Clique AQUI para aceder ao comunicado da NASA (em inglês).

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório