Ambiente

Marinha e Zoomarine devolvem tartarugas ao mar

Duas tartarugas marinhas reabilitadas no parque do Zoomarine, no Algarve, vão ser amanhã, dia 28 de julho, quando se celebra o Dia Nacional da Conservação da Natureza, devolvidas ao mar a bordo de um navio militar da Marinha de Guerra Portuguesa.
Versão para impressão
Duas tartarugas marinhas reabilitadas no parque do Zoomarine, no Algarve, vão ser amanhã, dia 28 de julho, quando se celebra o Dia Nacional da Conservação da Natureza, devolvidas ao mar a bordo de um navio militar da Marinha de Guerra Portuguesa.

“Hope” e “Hércules” são as duas tartarugas-comuns da espécie Caretta caretta que embarcam amanhã no navio “NRP João Roby” para serem largadas a 12 milhas a sul de Portimão, a cerca de 20 quilómetros.

Os dois espécimes vão voltar assim a mergulhar nas águas do atlântico perto das 9h30 na presença dos secretários de Estado do Ambiente, Humberto Rosa, e da Defesa Nacional e Assuntos do Mar, Marcos Perestrello, entidades que farão a devolução pelas próprias mãos, conforme disse à Lusa Élio Vicente, biólogo marinho e diretor de ciência e educação do Zoomarine.

A tartaruga “Hope”foi resgatada em janeiro por um grupo de pescadores de Tavira que a encontrou presa num emaranhado de redes com a barbatana peitoral esquerda danificada e que teve de ser amputada.

A “Hope”, que pesa agora o dobro de quando foi recolhida, vai juntar-se “Hércules”, a tartaruga que foi recolhida em Sines também por pescadores.

Para além da Marinha Portuguesa, na missão contra a extinção das espécies participa também o Instituto da Conservação da Natureza e Biodiversidade (ICNB).

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório