Negócios e Empreendorismo

Marca de móveis portuguesa abre loja na Arábia Saudita

A Frato, marca portuguesa de mobiliário de luxo, foi convidada pela princesa da Arábia Saudita a integrar um luxuoso projeto comercial. A Frato vai ser a única das 14 marcas com direito a um espaço próprio dedicado, numa loja de 100m2.
Versão para impressão
A Frato, marca portuguesa de mobiliário de luxo, foi convidada pela princesa da Arábia Saudita a integrar um luxuoso projeto comercial. A Frato vai ser a única das 14 marcas com direito a um espaço próprio dedicado, em Riade, numa loja de 100m2 que deverá abrir já em Junho.
 
Depois do convite do Harrods, a marca portuguesa de mobiliário de luxo, recebe agora o convite da princesa da Arábia Saudita para participar neste projeto comercial.
 
“Será a nossa primeira loja no Médio Oriente e, eventualmente, esta parceria poderá, no futuro, ser estendida a outros espaços, quer na própria Arábia Saudita, quer noutros países do Médio Oriente”, revela Carlos Faria Santos, responsável da Frato, em comunicado de imprensa.
 
Segundo este responsável, a Frato espera que o volume de negócios neste luxuoso projeto atinja 1 milhão de euros em 2015, embora os objetivos para 2015 passem também por duplicar o número de lojas Frato em todo o mundo.
 
“Esta é já a nossa terceira loja, sendo que a primeira abriu em Singapura há dois anos, a segunda abriu o mês passado no Harrods em Londres. Atingimos assim os objetivos para 2014 a nível de abertura de espaços comerciais”, conclui Carlos Faria Santos.
  
A Frato Interiors, com sede na Maia, é uma empresa portuguesa, que desenvolve soluções e projectos integrais de interiores, destinada a um público-alvo de segmento elevado.

Empresa exporta 98% da produção
 
Toda a produção da Frato é feita em Portugal, exportando 98 por cento da sua produção. Atualmente, a empresa exporta para 47 países e conta com uma carteira de clientes – como a Família Real da Arábia Saudita, cadeias hoteleiras, como o Marriot ou o Four Seasons – e um elevado número de arquitetos e decoradores de interiores internacionais.
 
O maior mercado da exportação é Inglaterra onde a 01 de Fevereiro abriu a primeira loja no Harrods, com um espaço no 3º piso de 200m2 e cujas vendas deverão ascender a 2 milhões de euros já em 2014.

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub