Negócios e Empreendorismo

Mala de designer português é sucesso internacional

NULL
Versão para impressão
Aparentemente um teclado de computador e uma mala nada têm em comum. No entanto, o designer português João Sabino juntou os dois conceitos para criar uma mala original que está a fazer sucesso em todo o mundo e está até à venda em Nova Iorque, no famoso MoMA.

Recentemente, a criação do designer do Fundão, baptizada de KeyBag, esteve em exposição no salão automóvel de Paris, a convite da marca automóvel BMW. A Keybag fez também sucesso nos EUA onde, além de estar exposta no MoMA, integrou o anúncio de televisão da marca de telemóveis Blackberry.

João Sabino não esperava mas a Keybag internacionalizou-se. “São momentos importantes, cada um com o seu impacto distinto, por um lado o reconhecimento por parte de uma grande marca de automóveis onde somos associados a um carro com o sucesso do mini”, sublinhou o designer.

Por outro lado, “ser selecionado para fazer parte da gama de produtos da loja do MoMA é sem dúvida um reconhecimento a nível da qualidade e aceitação do produto por parte dos consumidores”.

A criação

A mala criada a partir de teclas surgiu nos finais de 2003, fruto de uma ideia que João Sabino desenvolveu para a cadeira de 5º ano de Projeto da Escola Superior de Arte e Design das Caldas da Rainha, disse o designer ao Boas Notícias.

“A ideia era a fragmentação e desconstrução de objetos do dia-a-dia: o teclado nos nossos dias é um objeto extremamente presente, funciona como interface que transmite instruções a um determinado sistema como um PC, um telemóvel ou um comando de televisão”, explica.

Para os utilizadores de computador um teclado é visto como um todo, mas para o designer é constituído por fragmentos, ou seja, são “teclas que funcionam de forma independente, estando estas aglomeradas segundo uma norma, o sistema qwerty”.

João Sabino desmantelou vários teclados e, “à medida que os ia juntando numa caixa”, percebeu que “os fragmentos tinham força fora da sua configuração primitiva”.

Foi então que determinou que os “iria reaglomerar com uma nova forma e com outra função”, tendo sempre presente que o “novo objeto teria de ser um objecto que estivesse em contacto com as mãos ao ser manuseado”. Daí surgiu a ideia de uma mala de mão.

As teclas são produzidas especificamente para o projeto Keybag por uma empresa do ramos dos plásticos que faz a produção das teclas. 

O designer apresentou o projeto em Portugal, a várias empresas e instituiçoes, mas não teve receção. Decidiu, então, criar um blog e através dele proceder à comercialização do Keybag. E em pouco tempo o designer alcançou sucesso internacional.

Um anúncio televisivo

Um contacto inesperado através de um telefonema de um produtor da Califórnia e a Keybag passou a fazer parte dos anúncios publicitários nos EUA.

João recebeu a proposta para a Keybag entrar no anúncio de lançamento de um novo Blackberry já que a marca considerava “ser o objeto que mais sentido fazia integrar no anúncio”. Durante 8 meses a Keybag rodou na programação publicitária norte-americana.

Quatro cores e uma edição limitada

Recentemente, a pedido de um cliente, o designer elaborou uma Keybag – a Keylver, edição limitada – em prata portuguesa, cujo valor terá rondado os 15 mil euros.

De momento a Keybag está disponível em 4 cores – vermelho, rosa, branco e preto – e custa cerca de 100 euros, mais portes de envio, se forem adquiridas através do blog.

A Keybag encontra-se à venda na Fundação Serralves, no Centro Cultural de Belém e loja de decoração e design Luvom.

No futuro, o projeto tem uma forte possibilidade de entrar no mercado do Médio-Oriente com a  Keylver. “É algo que está a ser negociado”, revelou João Sabino ao Boas Notícias. O designer tem também, nos seus planos, a produção de uma Keybag em ouro branco.

Clique AQUI para aceder ao site oficial de Joao Sabino.

Ana Silva

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório