Mundo

Mais velha praticante de yoga tem 93 anos

Consegue suportar todo o seu corpo só com os braços e tem fãs espalhados por todo o mundo. Com 93, Tao Porchon-Lynch entrou este domingo para os recordes do Guinness como a professora de yoga mais velha do mundo.
Versão para impressão
Consegue suportar todo o seu corpo só com os braços e tem fãs espalhados por todo o mundo. Com 93, Tao Porchon-Lynch entrou este domingo para os recordes do Guinness como a professora de yoga mais velha do mundo.
 
Nasceu na Índia, numa antiga colónia francesa, e foi lá que começou a praticar yoga, aos oito anos, depois de ter visto um grupo de rapazes a fazer exercícios na praia.
 
“Como era uma criança com aptidão para atividade física, queria fazer as coisas fantásticas que eles estavam a fazer com os seus corpos”, disse Porchon-Lynch ao Guinness.
 
Aos 45 anos começou a dar aulas da modalidade, depois de uma carreira ligada ao entretenimento que lhe conferiu, inclusive, o título de “Melhores Pernas da Europa”.

Porchon-Lynch foi dançarina no cabarets de Londres durante a II Guerra Mundial e modelo em Paris, chegando depois aos EUA onde participou em filmes como “A Última Vez que Vi Paris”, com Elizabeth Taylor.

 
Atualmente é professora de 400 alunos no Instituto de Yoga de Westchester, em Nova Iorque, fundado pela própria em 1982.
 
Porchon-Lynch diz, no entanto, que não dá muita importância ao título de praticante de yoga mais idosa. “Qualquer um que consiga bater este recorde está à vontade”, disse ao Huffington Post. “Tenho a certeza que há alguém com 100 anos na Índia que provavelmente me consegue bater”.

Consulte o site de Porchon-Lynch AQUI.


[Notícia sugerida por Sofia Baptista e Elsa Martins]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório