Cultura

Mais um prémio para Siza Vieira

É o segundo prémio atribuído a Álvaro Siza Vieira no espaço de dois meses. Sexta-feira passada, o arquiteto foi distinguido com o prémio Trienal Millennium BCP pelo seu contributo para a cultura arquitetónica nas últimas décadas, depois de ter
Versão para impressão
É o segundo prémio atribuído a Álvaro Siza Vieira no espaço de dois meses. Sexta-feira passada, o arquiteto foi distinguido com o prémio Trienal Millennium BCP pelo seu contributo para a cultura arquitetónica nas últimas décadas, depois de ter recebido em novembro o prémio luso-espanhol de Arte e Cultura.

A Trienal de Arquitetura de Lisboa anunciou o vencedor da segunda edição do galardão, durante a cerimónia realizada no Museu da Electricidade onde esteve presente o Presidente da República Cavaco Silva.

Siza Vieira mostrou-se muito satisfeito com a atribuição do prémio e disse à Lusa que considera este “prémio muito especial” embora fique “sempre a dúvida se a idade não teve influência na atribuição”, brincou o arquiteto de 77 anos, nascido em Matosinhos.

O prémio visa distinguir um arquiteto português ou estrangeiro que se tenha “destacado de forma consistente pela importância da sua obra no contexto internacional e pelo contributo que esta representa para a cultura arquitetónica das últimas décadas”.

O prémio, que não tem um valor monetário, consiste numa escultura criada por um artista plástico. Este ano a peça foi desenhada por Rui Chafes e intitula-se “Nós Somos as Casas”, inspirada no tema geral da Trienal de Arquitetura de Lisboa, “Falemos de Casas/Let”s Thalk About Houses”.

Em novembro deste ano Álvaro Siza Vieira ganhou a terceira edição do prémio luso-espanhol de Arte e Cultura 2010.

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub