Sociedade

Mais de três milhões de pilhas vão ajudar o IPO

A Ecopilhas recolheu mais de 3 milhões de pilhas e baterias durante o terceiro Peditório Nacional de Pilhas e Baterias a favor do Instituto Português de Oncologia.
Versão para impressão
A Ecopilhas recolheu mais de 3 milhões de pilhas e baterias durante o terceiro Peditório Nacional de Pilhas e Baterias a favor do Instituto Português de Oncologia (IPO), que decorreu no Natal de 2011, anunciou a empresa em comunicado.
 
O resultado da recolha permite à Ecopilhas a oferta de equipamento denominado “Posto de trabalho para abordagem da via área difícil”, que se destina ao tratamento de doentes oncológicos. 
 
O equipamento em questão facilita a intubação, pela traqueia, de doentes submetidos a intervenção cirúrgica e auxiliará, sobretudo, no tratamento de pacientes com doença neoplásica da cabeça e pescoço.
 
Eurico Cordeiro, diretor-geral da Ecopilhas, salientou “o incansável contributo de todos os cidadãos que colocaram no pilhão as pilhas e baterias usadas”. “Com o apoio de todos conseguimos doar um aparelho que irá auxiliar no tratamento de uma patologia tão grave como é o cancro e, simultaneamente, ajudar a preservar o meio-ambiente”, acrescentou o responsável. 
 
A Ecopilhas, Sociedade Gestora de Resíduos de Pilhas e Acumuladores, é uma empresa sem fins lucrativos responsável pela gestão de um conjunto de operações que asseguram a recolha selectiva, armazenagem
temporária, triagem e reciclagem das pilhas e acumuladores portáteis e industriais usados.
 
O Peditório Nacional de Pilhas e Baterias a favor do Instituto Português de Oncologia promovido pela Ecopilhas realiza-se desde 2009. 
 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório