Cultura

Mais de cem filmes no “Queer Lisboa”

O "Queer Lisboa 14", festival de cinema gay e lésbico da capital portuguesa, vai decorrer a partir desta sexta-feira e até dia 25. Ao todo, 118 filmes serão exibidos no eventos, dos quais 50 títulos concorrem nas secções competitivas do festival.
Versão para impressão
O “Queer Lisboa 14”, festival de cinema gay e lésbico da capital portuguesa, vai decorrer a partir desta sexta-feira e até dia 25. Ao todo, 118 filmes serão exibidos no eventos, dos quais 50 títulos concorrem nas secções competitivas do festival.

O realizador alemão Michael Stock estará presente para apresentar o documentário “Postcard to Daddy”, sobre a sua experiência pessoal como vítima de abusos sexuais em menor.

Na competição Melhor Longa-Metragem, o director do Tek Festival, de Roma, Massimo Vattani, apresenta “Cellar”, de Steve Staso, filme do qual é distribuidor em Itália. A actriz brasileira Tatiana Issa estará também presente em Lisboa, apresentando o documentário “Dzi Croquettes”, realizado com o actor Raphael Alvarez. Ainda na competição para Melhor Documentário, o realizador israelita Tomer Heymann apresentará o seu “I Shot My Love”.

Para a Melhor Curta-Metragem, apresentam-se Didier Blasco (realizador de “Toiletzone”, França); Eldar Rapaport (realizador de “Steam”, EUA); Juanma Carrillo (realizador de “Caníbales”, Espanha); Orlando Ávila (realizador de “Não Pise a Grama”, Brasil); e os portugueses André Santos e Marco Leão (realizadores e protagonistas de “Cavalos Selvagens”); Márcio Laranjeira (realizador de “Fuera de Cuadro”); e Vicente Alves do Ó (realizador de “A Assassina Passional está Louca!”).

Fora das competições, este ano a secção “Queer Art” está subdividida em dois planos: “Corpos Performativos, Géneros Performativos: do feminismo sexo-positivo, à pós-pornografia queer e Performance e Arte Vídeo”. Também neste âmbito o evento acolherá diversos convidados, que apresentarão as suas obras.

O grupo musical Anunamanta protagonizará um concerto na Sala 2, na terça-feira, dia 21 de Setembro, às 23:30. Joana Ruival, que integra este grupo, apresentará igualmente uma performance e, juntamente com Elena González, ministrará um Workshop de “Tango Queer”.

A acompanhar toda a semana do “Espaço da Memória / Queer Memory” estará a videasta Maile Colbert, no âmbito de um projeto de vídeo do Desafio ao Público deste ano.

Queer Lisboa homenageia Mário Cesariny

Este ano, a organização decidiu convidar três personalidades que privaram de perto com Cesariny (1923 2006) para partilharem com o público no Espaço da Memória/Queer Memory.

Uma dessas personalidades é o realizador Miguel Gonçalves Mendes, cujo documentário “Autografia” (2004), será exibido no dia 24 de Setembro, e também o artista multimédia e director da Perve Galeria, Carlos Cabral Nunes, além de Cruzeiro Seixas, único artista do grupo dos surrealistas portugueses ainda vivo, que participará através de um depoimento gravado em vídeo.

O festival irá exibir várias curtas-metragens sobre Cesariny e o grupo de surrealistas, que era também composto por Fernando José Francisco.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório