Mundo

Madrid: Original de Van Dyck é descoberto em museu

Um quadro armazenado há mais de um século na Academia Real de Belas-Artes de São Fernando, em Madrid, foi agora apresentado como um original do pintor flamengo Antoine Van Dyck, que desenvolveu toda a sua obra ao longo do século XVII.
Versão para impressão
[Fotografia: Auto-retrato de Van Dyck © AFP]

Um quadro armazenado há mais de um século na Academia Real de Belas-Artes de São Fernando, em Madrid, foi agora apresentado como um original do pintor flamengo Antoine Van Dyck, que desenvolveu toda a sua obra ao longo do século XVII.

A pintura foi submetida a um estudo minucioso, levado a cabo por uma equipa de especialistas desde o passado mês de julho. Além do recurso aos raios-x, foram também analisados os pigmentos da obra.

“Confirma-se que é um original assinado por Van Dyck”, referiu uma fonte do museu madrileno à AFP. “Todos os resultados das análises apontam nesse sentido”, acrescentou.

O quadro conhecido como “A Virgem e o Menino com pescadores arrependidos”, que até agora era considerado uma cópia, mostra a Virgem Maria com o Menino Jesus nos braços sob o olhar de Maria Madalena e do rei David.

Pintada em Itália em 1625, a obra fazia parte da coleção do Duque de Medina de Las Torres, o vice-rei espanhol de Nápoles. Em meados do século XVII, foi transportada para o mosteiro do Escorial, onde foi poupado às pilhagens das invasões napoleónicas em 1808, sendo mais tarde transferido para a Academia Real.

[Notícia sugerida pela utilizadora Raquel Baêta]

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub