Ambiente

Madeira: Ilhas Desertas recebem distinção europeia

As Ilhas Desertas na Madeira foram distinguidas, esta segunda-feira, com o Diploma Europeu para as Áreas Protegidas do Conselho da Europa. O território, conhecido por ser o habitat da reserva de lobos-marinhos, é assim reconhecido pela sua política a
Versão para impressão
As Ilhas Desertas na Madeira foram distinguidas, esta segunda-feira, com o Diploma Europeu para as Áreas Protegidas do Conselho da Europa. O território, que tem uma reserva de lobos-marinhos, é assim reconhecido pela sua política ambiental e de preservação da natureza.
 
“Considero que o dia de hoje é um dia muito feliz para a conservação e valorização da Natureza na Madeira”, disse, à agência Lusa, o secretário Regional do Ambiente e Recursos Naturais do arquipélago.
 
Para Manuel António Correia, “é mais um reconhecimento internacional do Conselho da Europa depois de análises científicas feitas por peritos independentes”.
 
O secretário considera também que esta distinção “é um estímulo e um potencial para o futuro da região nomeadamente no turismo virado para as questões de natureza”.

Já, o diretor do Parque Natural da Madeira, Paulo Oliveira, revela que a atribuição deste galardão é “um bom indicador do trabalho que tem sido feito na Madeira ao longo de 30 anos em termos de conservação da biodiversidade”.

“As Ilhas Desertas já são um recurso turístico da região”, sublinha, realçando que, com este diploma, aquele território “passa a estar mais no roteiro do tipo de turista que procura a Madeira como um todo”, sobretudo ligado à natureza.

A candidatura desta reserva natural foi apresentada em novembro de 2011, pelo Parque Natural da Madeira.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub