Ambiente

Madeira: câmaras observam lobos-marinhos

O Serviço do Parque Natural da Madeira vai colocar câmaras nas grutas da Madeira e das Desertas que sejam que sejam frequentadas por lobos-marinhos durante um mês. O objetivo é monitorizar a vida destes animais sobretudo na época de reprodução.
Versão para impressão
O Serviço do Parque Natural da Madeira vai colocar câmaras nas grutas da Madeira e das Desertas que sejam que sejam frequentadas por lobos-marinhos durante um mês. O objetivo é monitorizar a vida destes animais sobretudo na época de reprodução.

“O objetivo é termos um melhor conhecimento da população e termos a capacidade de fazermos a monitorização a partir do interior das grutas, coisa que nunca foi feita antes. Houve várias tentativas, mas sem sucesso”, explica ao Jornal da Madeira Rosa Pires, responsável do Parque Natural da Madeira.

As câmaras estão a ser preparadas pelo pessoal do Parque. De acordo com a mesma responsável será um sistema simples, colocadas numa caixa estanque, do mesmo género das que são utilizadas para estudar os ursos.

“Temos de arranjar um sistema para limpar o vidro, do lado de fora, uma vez que como está dentro da gruta o vidro vai ficando sempre embaciado”, explica ainda Rosa Pires.
 
Os responsáveis do projeto esperam assim captar imagens do nascimento de crias, distinguir o sexo das crias e as fêmeas que estão a procriar, e desta forma poder proceder-se à identificação do maior número de indivíduos.

De acordo com Rosa Pires a colónia de lobos-marinhos está em recuperação na região. Contabilizam-se nascimentos e vários avistamentos um pouco por toda a costa da Madeira o que revela que há uma dispersão pela ilha destes animais.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório