Saúde

Luta internacional contra a malária triplicou

Os financiamentos internacionais para combater o paludismo triplicaram nos últimos três anos. De acordo um estudo publicado esta semana na revista The Lancet,citado pela AFP o financiamento global subiu assim 166% desde 2007, de 730 milhões de dólare
Versão para impressão
Os financiamentos internacionais para combater o paludismo triplicaram nos últimos três anos. De acordo um estudo publicado esta semana na revista The Lancet,citado pela AFP o financiamento global subiu assim 166% desde 2007, de 730 milhões de dólares para quase 1.94 mil milhões de dólares.

Apesar da melhoria, o estudo alerta que ainda se está longe de cobrir todas as necessidades na luta para controlar a malária. Os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio, fixados em 2000 pelas Nações Unidas previam que fosse preciso 4.9 mil milhões de dólares, cerca de 3,5 mil milhões de euros.

O estudo sublinha ainda que 21 países já receberam assistência adequada no controlo da malária, incluindo 12 em África, o continente onde a ajuda é mais urgente para a maioria. China, Índia, Guiné Equatorial e Gabão são assinaladas como economias que já são fortes o suficiente para suportar por si os programas contra a malária.

Milhares de casos de malária ocorrem todos os anos, cerca de 850 mil são fatais. Os Objetivos do Milénio, que foram revistos em setembro nas Nações Unidas, apontaram 2015 como a data para reverter a incidência da malária e outras doenças igualmente preocupantes.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório