Saúde

Lusíadas: avanço no diagnóstico de tumor cerebral

NULL
Versão para impressão

Numa parceria desenvolvida com a Universidade de Nara, no Japão, o Hospital dos Lusíadas tornou-se, no mês passado, pioneiro em Portugal numa técnica de diagnóstico que permite a localização exata de um tumor.

A técnica, feita através de tratografia do nervo facial por ressonância ressonância magnética, permite uma localização exata do nervo facial para a intervenção cirúrgica, diminuindo a possibilidade de lesão para o doente.

Este novo método de tratografia é uma ajuda essencial na localização dos nervos cranianos – nervo facial – no pré-operatório, ajudando a prevenir a
paralisia facial, a principal complicação desta cirurgia.

O Hospital dos Lusíadas deu a conhecer esta nova técnica numa conferência no seu auditório, a 27 de maio.

A conferência teve como tema a “Avaliação Pré-Operatória dos Nervos Cranianos por Ressonância Magnética nos Tumores Cerebrais”, e contou com a presença do Dr. Toshiaki Taoka, do Departamento de Radiologia da Universidade de Nara.

No evento, o investigador partilhou a sua experiência com a comunidade médica portuguesa na utilização da tratografia do nervo facial por ressonância magnética.

[Notícia sugerida por Raquel Baêta e por Mafalda Ramos]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório