Espetáculos e Exposições

Londres: “Os Maias” revisitados em palco

A Companhia de Teatro e Cinema Galleon, dirigida pela portuguesa Alice de Sousa, vai revisitar a partir desta terça-feira o livro "Os Maias" do escritor português Eça de Queirós.
Versão para impressão
A Companhia de Teatro e Cinema Galleon, dirigida pela portuguesa Alice de Sousa, vai revisitar a partir desta terça-feira o livro “Os Maias” do escritor português Eça de Queirós.

A obra de Queirós já tinha sido levada a cena pela companhia em 2002, com críticas positivas por parte da imprensa britânica. Radicada há cerca de 30 anos no Reino Unido, Alice de Sousa decidiu agora reescrever o texto e incluir a personagem de Afonso da Maia, para ser “mais leal” ao livro.

Além de ter adaptado o livro para o teatro, Alice de Sousa, que é diretora artística da companhia que fundou em 1988 com o marido Bruce Jamieson, também é produtora e atriz, mas o resto do elenco é britânico.

“Tenho tido muito cuidado para ter rigor na maneira como as personagens são representadas e se expressam e também criar algum rigor sobre Portugal no século XIX”, afirmou à agência Lusa.

A companhia Galleon tem sido responsável pela apresentação na capital britânica de peças de autores e temas portugueses na última década.

Além de autores portugueses, a companhia também levou ao palco clássicos britânicos e internacionais, como “King Lear”, “Richard III” e “Hamlet”, de Shakespeare, “Hedda Gabler” e “A Casa de Bonecas”, de Henrik Ibsen, ou “A Gaivota”, de Anton Chekhov.

A peça fica em cena até 03 de abril na Greewnich Playhouse, uma pequena sala por cima de um pub em Greenwich, no leste de Londres.

A produção terá uma parceria para promover a obra do escritor português com a editora Dedalus, que irá colocar um vídeo da peça na sua página de internet e vender o DVD da produção da Galleon.

Por outro lado, enquanto “Os Maias” estiverem em cena estará à venda no teatro a edição da obra em inglês, cuja tradução por Margaret Jull Costa foi premiada com o prémio Oxford Weidenfeld no Reino Unido e o prémio Pen Livro do Mês nos EUA, ambos em 2008.

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub