Sociedade

Livros mantêm taxa reduzida de IVA de 6%

NULL
Versão para impressão
Apesar das novas medidades de austeridade, os livros não vão sofrer novos aumentos da taxa do IVA. A garantia foi dada pelo secretário de Estado da Cultura, Francisco Viegas, que anunciou à Lusa que o livro vai manter a taxa reduzida de 6%.

Este era um dos grandes medos das editoras portuguesas, mas também de outras entidades como o Plano Nacional de Leitura. Atualmente os livros são taxados a 6%, mas havia o risco de, tal como outros produtos e serviços, sofrerem um aumento para os 23% de taxa de IVA.

Depois das novas medidas de austeridade anunciadas pelo Governo, na passada quinta-feira, dia 13 de outubro, no âmbito da proposta do Orçamento de Estado para 2012 ficou a saber-se que todos os bilhetes de espetáculos serão taxados com o máximo de IVA.

Segundo fonte da Secretaria de Estado da Cultura disse à Lusa, a medida vai incidir sobre “todos os espetáculos”, o que engloba ingressos em concertos de música, sessões de cinema, espetáculos de dança ou de teatro.

De fora vão ficar livros, folhetos e outras publicações não periódicas de natureza cultural, educativa, recreativa e desportiva, brochados ou encadernados que se mantêm dentro da Tabela 1 do IVA, ou seja, taxados a 6%, garantiu agora Francisco Viegas que se encontra de visita à Feira do Livro de Frankfurt, na Alemanha.  

Esta é uma boa notícia também para as famílias que têm de comprar os livros para os filhos.

[Notícia sugerida por Patrícia Guedes] 

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório