Saúde

Lisboa: Novo sistema para reforçar ação médica

Os serviços médicos de Lisboa e Vale do Tejo vão melhorar o atendimento dos doentes graves e de ocorrências durante a noite. O programa inclui a redução de deslocações de pacientes entre hospitais e a criação de novos serviços noturnos.
Versão para impressão
Os serviços médicos de Lisboa e Vale do Tejo vão ganhar novos sistemas que permitem melhorar o atendimento dos doentes graves e de ocorrências durante a noite. O programa da Administração Regional de Saúde (ARS) inclui a redução de deslocações de pacientes entre hospitais e a criação de organismos médicos complementares que funcionem durante a noite.
 
Para diminuir a transferência de doentes entre instituições médicas, os próprios clínicos vão passar a ir ao encontro do paciente que apresente um problema mais exigente. Com esta medida, a ARS espera evitar que os doentes sofram com as complicações das transferências sem que se perca a qualidade do atendimento.
 
Para além deste sistema de proteção, a ARS anunciou a criação de dois centros de trauma noturnos que têm como objetivo atender grandes traumatizados, que deverão estar em funcionamento dentro de três meses. Estes setores vão ser instalados nos hospitais de Santa Maria e de São José e vão ter a capacidade de realizar várias especialidades de cirurgia.
 
A ARS explicou à agência Lusa que o objetivo deste novo sistema passa por “obter racionalização de recursos em áreas em que a casuística de atendimentos o permita, sem perturbações de qualidade dos cuidados prestados aos cidadãos”.
 
A medida que faz parte da organização dos serviços de urgência metropolitana de Lisboa “vai permitir colmatar dificuldades em especialidades deficitárias na região e redirecionar recursos para a atividade programa”, como consultas médicas e cirurgias.
 
Estes novos sistemas vêm juntar-se à urgência metropolitana de otorrinolaringologia, que já está em funcionamento no Hospital de Santa Maria, entre as 20h e as 08h. A intenção da ARS é alargar esta modalidade às áreas de oftalmologia, cirurgia vascular, cirurgia plástica, neurologia, gastroenterologia e psiquiatria.

Notícia sugerida por Maria Manuela Mendes

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub