Espetáculos e Exposições

Lisboa: Exposição une várias gerações de artistas

Inaugura esta terça-feira, em Lisboa, pelas 18h30 a exposição Spectrum - Novos modos do funcionamento da Imagem na Arte Contemporânea, que une obras de nomes confirmados da arte portuguesa com o trabalho de artistas contemporâneos que exploram novos
Versão para impressão
Inaugura esta terça-feira, em Lisboa, a exposição Spectrum que une obras de artistas portugueses consagrados com o trabalho de artistas mais recentes que exploram novos funcionamentos e condições artísticas da imagem. A exposição vai estar patente em dois núcleos – na gAD (Galeria Antiks Design) e na Casa-Museu Medeiros e Almeida – e a entrada é gratuita.
 
A mostra decorre entre 8 de Maio e 14 de Julho e inclui visitas guiadas e debates sobre a condição da imagem na cultura contemporânea. A exposição desenvolve-se em dois núcleos expositivos, um histórico e outro atual. O primeiro, exposto na gAD e selecionado a partir do seu espólio apresenta obras de autores portugueses que, nos anos 60 e 70 reformularam os modos de exposição e a condição da imagem.
 
Desta secção fazem parte trabalhos de Jorge Pinheiro, Ângelo de Sousa,  Eduardo Luís, Jorge Martins, Carlos Calvet, António Areal, Costa Pinheiro, Joaquim Rodrigo, Paula Rego, Júlio Pomar, Lourdes de Castro, René Bertholo, José Escada, Helena Almeida, Ana Vieira, Eduardo Nery e Noronha da Costa.
 
O segundo núcleo é composto por obras mais atuais instaladas na Casa-Museu Medeiros e Almeida, procurando explorar possibilidades conceptuais e tecnológicas da situação artística contemporânea.

De acordo com o comunicado emitido pela organização, “o apuramento dos autores, vários ainda artistas emergentes e recentemente formados nos vários ciclos das Faculdades de Belas Artes (licenciatura, mestrado ou doutoramento), baseou-se no conhecimento dos seus percursos criativos em torno desta problemática e no atendimento a uma recente formulação de uma noção de artista com sólida formação universitária que alia a dimensão criativa a uma investigativa”.

 
Os artistas em acervo são Ana Rebordão, Ana Vieira, Carlos Henrich, Helena Ferreira, Inês Teles, Joana Gomes, Jorge Catarino, Júlio Almas, Magda Delgado, Margarida Mateiro, Maria Sassetti, Paulo Lourenço, Pedro Cabral Santo, Pedro Henriques, Sara Bichão, Tiago Batista e Xana Sousa.
 
A exposição resulta de uma colaboração da gAD, da Casa-Museu Medeiros e Almeida, do CIEBA (Centro de Investigação em Belas Artes) e da FBAUL (Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa).
 
A entrada é gratuita, de segunda a sexta-feira entre as 10h e as 17h30. As visitas guiadas têm o custo de 6 euros por pessoa.
 
Saiba mais sobre a exposição e sobre os artistas participantes AQUI.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub