Em Destaque Negócios e Empreendorismo

Linha da Beira Baixa vai ser modernizada

A Infraestruturas de Portugal (IP) apresentou na Guarda o plano de modernização do troço Covilhã-Guarda da Linha da Beira Baixa e o projeto de concordância daquela via com a Linha da Beira Alta.
Versão para impressão
por redação

A intervenção na Linha da Beira Baixa, um investimento de cerca de 65 milhões de euros, contempla a renovação integral de 36 quilómetros de via e a eletrificação da ferrovia que faz a ligação entre as cidades da Guarda e da Covilhã, desativada desde 2009.

Segundo a IP, a intervenção anunciada também integra, entre outros trabalhos, a reabilitação de seis pontes centenárias, a remodelação de três estações e apeadeiros, a drenagem e estabilização de taludes e a automatização e supressão de passagens de nível.

Quanto à concordância entre as Linhas da Beira Alta e da Beira Baixa, contempla a construção de uma via com 1.500 metros nas proximidades da Guarda, que incluirá um viaduto ferroviário sobre o rio Diz.

A futura concordância entre as duas linhas ferroviárias “permitirá um aumento significativo da capacidade ferroviária de e para a fronteira de Vilar Formoso”, refere a IP.

Ambos os investimentos ferroviários deverão estar concluídos no primeiro trimestre de 2019.

O presidente da Câmara da Guarda, Álvaro Amaro (PSD/CDS-PP), considera que a cidade será no futuro uma “grande plataforma ferroviária”, tendo em conta as obras de modernização das linhas da Beira Alta e da Beira Baixa.

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub