Cultura

Leilão: Obra de Júlio Pomar vendida por 90 mil euros

NULL
Versão para impressão
O quadro “Auto-retrato, duas (ou três) laranjas e, de pernas para o ar, um macaco” de Júlio Pomar foi arrematado por 90 mil euros num leilão realizado em Lisboa esta terça-feira.

A notícia foi avançada pela leiloeira Veritas, que explicou à Agência Lusa que a obra de Pomar – um acrílico sobre tela de 1973 com 162cm por 114cm – estava entre os mais de 300 lotes que foram apresentados no primeiro leilão de arte moderna e contemporânea da empresa.

O quadro de Júlio Pomar foi o que conseguiu a oferta mais elevada. Seguiram-se uma obra de Paula Rego, “Sem Título”, que foi vendida por 40 mil euros, e um óleo sobre tela de Júlio Resende que atingiu o mesmo valor.

Igor Olho Azul, sócio da leiloeira, afirmou que foram vendidas 65% das obras que se apresentaram a leilão, sobretudo dos artistas mais conceituados. Porém, o valor global da venda ainda não está totalmente calculado.

“As expetativas eram altas para este primeiro leilão de arte moderna e contemporânea, mas mantínhamos algumas reservas por causa da atual situação de crise. O resultado explicou o que esperávamos”, confessou o responsável.

O leilão contou ainda com obras de artistas como Cesariny, Nadir Afonso, Manuel Cargaleiro, Gerard Schlosser, Almada Negreiros e Graça Morais, entre outros.

[Notícia sugerida por Vítor Fernandes]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório