Cultura

Julião Sarmento expõe em Madrid

"Distancias Cortas" e "Papel" são as duas exposições que o artista português Julião Sarmento inaugurou em Madrid, Espanha, no fim de semana. Vídeos, desenhos, esculturas, performances e obras sobre papel compõem as mostras.
Versão para impressão
“Distancias Cortas” e “Papel” são as duas exposições que o artista português Julião Sarmento inaugurou em Madrid, Espanha, no fim de semana. Vídeos, desenhos, esculturas, performances e obras sobre papel compõem as mostras.

Patente até ao dia 05 de junho na Casa Encendida, “Distancias Cortas”, reúne maioritariamente trabalhos desconhecidos do público espanhol, criados pelo pintor  ao longo dos últimos 20 anos, focando temas íntimos e provocadores.

O curador da exposição, o britânico Adrian Searle, crítico de arte do jornal The Guardian, revela ao El País que “Sarmento esconde e mostra muitas vezes ao mesmo tempo, incita o espectador a lutar contra o seu desejo de ver e não ver, de completar o que falta”.

Já em “Papel”, na galeria Ivorypress até ao dia 28 de maio, Julião Sarmento apresenta 24 obras sobre papel, entre as quais colagens, fotografias e desenhos recentes.

O artista português de 63 anos vive e trabalha em Portugal. Em 1997, representou Portugal na Bienal de Veneza. As suas obras encontram-se em colecções nacionais como na Fundação Calouste Gulbenkian, Caixa Geral de Depósitos e Fundação de Serralves, mas também em coleções internacionais em Espanha, Estados Unidos, França e Alemanha.

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub