Sociedade

Jovens universidades portuguesas no ‘top’ 100 mundial

Há três universidades portuguesas entre as 100 melhores instituições de ensino universitário do mundo com menos de 50 anos de existência.
Versão para impressão
Há três universidades portuguesas entre as 100 melhores instituições de ensino universitário do mundo com menos de 50 anos de existência. Portugal está representado no 'ranking' mundial “100 Under 50” da Times Higher Education (THE) pela Universidade do Minho, pela Universidade de Aveiro e pela Universidade Nova de Lisboa.
 
A academia minhota é a instituição portuguesa mais bem classificada na lista das melhores jovens universidades, divulgada na passada quinta-feira, ocupando o 64.º lugar entre a elite mundial do THE “100 Under 50”. Graças a uma subida de 11 posições em relação ao ano de 2014, a Universidade do Minho (UMinho) conseguiu manter a liderança a nível nacional. 
 
“A Reitoria considera que os resultados alcançados refletem uma aposta na estratégia realista de crescimento com qualidade e de afirmação internacional prosseguida pela UMinho e suportada no envolvimento empenhado dos seus membros”, pode ler-se num comunicado enviado pela universidade ao Boas Notícias. 
 
À Universidade do Minho seguem-se a Universidade de Aveiro, que garantiu a 69.ª posição na edição de 2015 do 'ranking' – ascendendo 10 lugares face ao ano passado – e, um pouco mais abaixo, no 89.º lugar, a Universidade Nova de Lisboa.
 
Lançado em 2012, o “100 Under 50” da Times Higher Education tem como objetivo dar destaque a um novo conjunto de instituições universitárias de topo que, em apenas meio século, atingiram um nível global de excelência no ensino, investigação, inovação e internacionalização.
 
Em vez de avaliar a história e a tradição académica, este 'ranking' procura oferecer uma “visão prospetiva do ensino superior”, baseando-se em 13 indicadores, entre os quais a qualidade educativa, o número de citações em revistas científicas ou a projeção internacional e ainovação. 
 
O “100 Under 50” utiliza, portanto, os mesmos indicadores do 'ranking' mundial da revista inglesa especializada Times Higher Education, um dos mais prestigiados a nível internacional, recalibrando-os para o perfil de instituições mais jovens.

Clique AQUI para aceder ao 'ranking' completo (em inglês).

Notícia sugerida por Maria Pandina

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório